Willames Costa

Compromisso com a informação

Brasil

Deslizamento atinge casa e mata 2 em Governador Valadares (MG)

Um homem e uma mulher morreram soterrados na madrugada desta sexta-feira em Governador Valadares (324 km de Belo Horizonte) após a casa em que estavam ser atingida por um deslizamento de terra.

Leia mais notícias sobre as chuvas
Recuperação de estradas federais em MG custará R$ 100 mi
Sobe para 87 o número de cidades em emergência em Minas
Quase 35 mil deixam suas casas devido às chuvas no Rio
Após rompimento de dique no Rio, enxurrada invade bairro

O acidente ocorreu por volta de 5h. Duas adolescentes de 11 e 16 anos também foram soterradas, mas foram retiradas dos escombros com escoriações leves e levadas para um hospital da região. A casa fica no bairro Baguari, um distrito de Governador. No momento do deslizamento chovia na região.

Na contagem da Defesa Civil estadual, o número de mortes em decorrência das chuvas, desde outubro, chega a oito. Apenas em janeiro foram seis óbitos no Estado, mas o total pode aumentar, já que as duas vítimas de Governador Valadares ainda não foram contabilizadas pelo órgão.

  Lalo de Almeida/Folhapress  
Conjunto habitacional fica alagado após chuvas fortes na cidade de Governador Valadares, em Minas
Conjunto habitacional fica alagado após chuvas fortes na cidade de Governador Valadares, em Minas

O mesmo acontece com três outras vítimas, cujas mortes ainda são investigadas. Uma mulher arrastada pela enxurrada em Santo Antônio do Rio Abaixo, no dia 30 de dezembro, continua desaparecida.

Governador Valadares decretou situação de emergência na tarde de ontem. Doze bairros da cidade foram inundados pela cheia do rio Doce, que corta a cidade. Outros seis tiveram o abastecimento de água comprometido. O número de desalojados chegou a 286 na manhã de hoje. Todos foram abrigados em escolas públicas.

A prefeitura afirma que ainda hoje deve decretar estado de calamidade pública por causa dos efeitos da chuva.

Na última medição, o rio Doce registrava 4,15 m, cerca de 50 cm acima do nível normal. De acordo com a Defesa Civil, a tendência é que o nível da água do rio continue subindo nas próximas horas, podendo atingir 4,28 m.

EMERGÊNCIA

A Defesa Civil de Minas já têm 87 cidades em situação de emergência em decorrência das chuvas.

Os últimos municípios a terem o decreto confirmado foram Mesquita, Rio Espera, Belo Vale, Miraí, Santa Fé de Minas, Entre Rio de Minas, Cataguases, Araponga, Caputira, Contagem, Sardoá, Formiga, Divinópolis, Maria Campos, Rio Casca, Conselheiro Pena e Esmeraldas.

Segundo balanço da Defesa Civil, desde outubro, as chuvas já fizeram com que mais de 10 mil pessoas deixassem suas casa. O órgão, no entanto, ainda não tem informação de quantas dessas pessoas já retornaram para casa.

 

Com a Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *