Willames Costa

Compromisso com a informação

Pernambuco Petrolina Política Regional

Dia Internacional da Mulher é marcado por passeata no bairro Mandacaru

DSC00991.JPG

DSC01026.JPG
DSC01031.JPG

Dezenas de pessoas caminharam pelas ruas do bairro Mandacaru, nesta sexta-feira (08), em um ato de comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Em solidariedade à família de Clésia Maria Batista do Nascimento, moradora do bairro, que foi morta por seu companheiro, mulheres, homens e crianças participaram da mobilização. A passeata teve como objetivo chamar a atenção da comunidade, para as consequências da violência doméstica e a importância de denunciar os agressores.

A agente comunitária de saúde, Jucelina de Andrade, idealizadora do evento, afirmou que atos desse tipo podem contribuir para a conscientização da comunidade. “A população fica mais esclarecida, conhece os seus direitos e fica sabendo onde procurar ajuda quando for preciso. Com informação, podemos ajudar outras mulheres que estão passando por uma situação de agressão e evitar que elas tenham um fim trágico como o de Clésia”, frisou.

Acompanhada dos netos, a mãe de Clésia, Maria do Socorro Batista do Nascimento pediu justiça para os agressores e coragem para que as mulheres possam denunciar a violência. “Nós queremos que a justiça seja feita e que as outras mulheres tenham a força que a minha filha não teve para denunciar seu agressor. Clésia queria proteger a família e acabou perdendo a vida”, declarou a senhora, que vestia uma camiseta com a foto da filha estampada.

De 2011 a 2012, o Núcleo de Promoção à Saúde, Prevenção à Violência e Cultura da Paz de Petrolina registrou um aumento significativo no número de ocorrências relativas à violência doméstica. Enquanto em 2011 foram registrados 682 casos, em 2012, o município teve quase o dobro de ocorrências, 1.053 registros. A maior parte das vítimas são mulheres entre 15 e 49 anos. Elas representam 87% do total de ocorrências.


Assessoria de Comunicação
Prefeitura Municipal de Petrolina

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *