Willames Costa

Compromisso com a informação

Destaque

Dilma enfrenta protesto de estudantes ao visitar obra em PE

Em agenda de reuniões sobre a ferrovia Transnordestina na cidade de Salgueiro, em Pernambuco, a presidente Dilma Rousseff foi alvo de um protesto de estudantes.

Os manifestantes são beneficiários do Procampo –Programa de Apoio à Formação Superior em Licenciatura em Educação do Campo, do MEC (Ministério da Educação).

Dilma diz que acompanhará pessoalmente obra no São Francisco
Veja imagens das obras de transposição do rio São Francisco
Com atraso em obra de transposição, Dilma cobra ‘resultados concretos’
Para PSDB, visita de Dilma ao São Francisco é ‘jogo de cena’
Presidente Dilma visita obras do São Francisco e da Transnordestina

Cerca de 50 pessoas reclamavam contra a falta de repasse de recursos federais às instituições que oferecem o curso. Segundo eles, verbas do MEC não chegam a universidades da região desde 2010.

O objetivo do Procampo é formar educadores para dar aulas para alunos da área rural. “Educação do campo é direito, não é esmola. Não vou sair do campo para poder ir para escola”, gritavam os manifestantes.

A presidente chegou ao local de helicóptero e passou de carro ao lado do protesto.

“Esse curso é uma luta dos movimentos sociais, querendo atender as deficiências no campo”, afirmou Fabiana Lucena da Silva, estudante do curso no município de Belém do São Francisco.

Com a Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *