Willames Costa

Compromisso com a informação

Carnaval Destaque Pernambuco

Domingo é das Virgens de Verdade

A palavra de ordem no desfile é irreverência Alexandre Godim /JC Imagem
A palavra de ordem no desfile é irreverência
Alexandre Godim /JC Imagem

De verdade ou abraçando o Brasil, as Virgens mais jovens de Olinda fazem seu 14º desfile na manhã deste domingo 16, saindo de Bairro Novo até o Carmo, pela orla. Além de marmanjos vestidos de mulher, a folia oferece frevo, axé e música pop ao longo de 2,5 quilômetros de trajeto. A baiana Cláudia Leitte e os pernambucanos Almir Rouche, André Rio e João do Morro são as principais atrações da festa que vai levar nove trios para a avenida. Bandas Cheiro do Amor, Eva, Cavaleiros do Forró e Saia Rodada completam a animação.

Faltando apenas duas semanas para os dias oficiais de momo, a capital brasileira da cultura vai se entregando de vez à rotina de multidões. Já neste domingo começa a funcionar o bloqueio móvel na altura do Parque Memorial Arcoverde, após o limite com o Recife. Quem for de carro e não puder comprovar ser morador de Olinda (só esses terão acesso ao centro da cidade), poderá estacionar no Memorial e pegar um ônibus até o Varadouro. Pontos de táxi estão mantidos ao longo da Avenida Getúlio Vargas, para facilitar o deslocamento do público.

As Virgens Abraça Brasil (elas surgiram como Virgens de Verdade) são um grupo de amigos e tentam se preservar assim. Por isso, todo ano, o total de desfilantes não vai muito além dos 200. “As únicas exigências são pertencer ao mesmo grupo, pois somos uma família e se vestir de mulher”, conta Alfredo Telino, um dos diretores. Essa brincadeira de assumir identidade feminina é antiga e Telino acredita que vai durar muitos Carnavais. As namoradas e esposas das Virgens acompanham tudo de perto, dentro do cordão. São elas que ajudam na montagem do figurino e na maquiagem. “E até estão pleiteado sair no próximo ano vestidas de homem”, deixa escapar Telino.

A prévia carnavalesca é realizada pela Associação Carnavalesca Amigos de Olinda e a ABPA, empresa do Grupo Antônio Bernardi. O público pode acompanhar as Virgens livremente. Antes de tomar a Avenida Ministro Marcos Freire, a beira-mar de Bairro Novo, elas tomam um café reforçado, às 6h. Depois participam do concurso de fantasias, dividido em seis categorias: luxo, originalidade, a mais sapeca, a mais tímida e a mais malamanhada.

Às 9h começa o desfile. Este ano a comissão de frente traz passistas de frevo, bonecos gigantes e orquestras, além de carros alegóricos dos homenageados: o cantor Reginaldo Rossi, rei do Brega, falecido em dezembro último, e o Bloco da Saudade, que completa 40 anos de lirismo. Em seguida, os trios fazem a festa. Ao longo do percurso, camarotes vips terão outras atrações. A Prefeitura de Olinda informa que haverá fiscalização nos trios e que 210 homens da Companhia Independente de Apoio ao Turista vão auxiliar na segurança. Garrafas de vidro serão trocadas pelas de plástico.

Do JC Online

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *