Willames Costa

Compromisso com a informação

Mundo

El Baradei retira candidatura e diz que ditadura ainda comanda o Egito

O Prêmio Nobel da Paz 2005 e candidato à Presidência egípcia, Mohamed El Baradei, retirou-se da corrida presidencial do Egito neste sábado (14), afirmando que “o regime anterior” ainda estava comandando o país. O Egito não tem um chefe de Estado desde que o ditador Hosni Mubarak foi deposto no ano passado.

“Minha consciência não permite concorrer à Presidência ou a qualquer outro cargo político a não ser que seja dentro da estrutura democrática”, disse o ex-chefe da agência de monitoramento nuclear da ONU, em comunicado.

Peter Schneider/Efe
El Baradei , Nobel da Paz de 2005, retirou candidatura à Presidência do Egito hoje
El Baradei retirou candidatura à Presidência hoje

El Baradei era considerado o favorito na corrida presidencial, mas sua campanha tem se enfraquecido pelas divisões internas. Em novembro, alguns membros de sua campanha se demitiram, afirmando que ele havia se distanciado de suas raízes.

El Baradei, vencedor do Prêmio Nobel da Paz, é respeitado no cenário internacional e entre membros da campanha pró-democracia, mas tem sido criticado por ter se afastado dos egípcios comuns.

O conselho militar que assumiu o poder após Mubarak diz que entregará a autoridade ao presidente eleito até o final de junho, mas ainda precisa estabelecer uma data para a eleição presidencial.

DA REUTERS, NO CAIRO

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *