Willames Costa

Compromisso com a informação

Pernambuco

Encerramento da Jornada em Bodocó – Show de Flávio Leandro

002_flavio_leandro.JPG

003_flavio_leandro.JPG

005_chico_pedrosa__flavio_leandro.JPG

004_joao_silva__flavio_leandro.JPG

Feliz do artista que é amado por sua aldeia.

A programação de Bodocó da Jornada Literária Chapada do Araripe teve seu gran finale, na noite de 15 de abril, com uma apresentação do cantor e compositor bodocoense Flávio Leandro. O músico teve como palco o patamar da Igreja Matriz de São José e cantou para uma praça lotada. O público era especial, muito especial. Homens e mulheres de todas as idades, seus conterrâneos, sabedores das suas músicas e do seu dom. Impressionante. As pessoas o amam. Cantam suas músicas. Dançam. Sobem ao palco improvisado e fazem fotografias para álbuns adolescentes. O artista, tranquilo, feliz como se estivesse no alpendre de casa, sorrir, acena para os amigos, fala de pessoas do lugar e generosamente divide o palco com o compositor e cantor João Silva. Momento histórico. Primeira vez que o mestre cantou para o povo de Bodocó, embora tenha uma parceria longeva com Luiz Gonzaga. A plateia também sabia suas músicas e não deixou barato. Um grande coral se formou para acompanhar o “Pagode Russo” e a emoção era visível quando os mais velhos cantaram “Pra não morrer de tristeza”, canções de autoria de João. Um final cheio de poesia para uma Jornada que foi marcada pela emoção. Um final com um poeta/músico da casa que é amado por sua aldeia. Um final que não é um fim e sim um começo. No ano de 2013 tem outra Jornada como falou José Manoel Sobrinho, coordenador de cultura do SESC/PE e, durante o ano de 2012, estão previstas muitas atividades literárias para que os bocoenses esperarem com alegria o novo reencontro de artistas da terra e de outros lugares, afinal a poesia é do mundo.

Fonte:

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *