Willames Costa

Compromisso com a informação

Esporte

Falta de Adriano vai influenciar na renovação, diz presidente do Corinthians

Há menos de seis meses do fim do seu contrato, Adriano voltou a faltar a uma atividade programada pelo Corinthians. O atacante não apareceu para treinar nesta tarde no CT Joaquim Grava.

Segundo o presidente interino do clube, Roberto de Andrade, a ausência do jogador no treino da tarde desta terça-feira, assim como as demais falhas disciplinares, influenciarão na renovação do contrato, que vence em 30 de junho deste ano.

Juca Varella-26.nov.11/Folhapress
Adriano, durante treino de novembro
Adriano, durante treino de novembro

“Tudo pesa. Você não pode descartar nada, é um conjunto de fatores. É claro que chega um momento que só isso [o futebol] não é suficiente [para a renovação]”, disse o presidente interino do clube em conversa com jornalistas no CT corintiano.

Segundo já havia anunciado o clube, Adriano será multado e terá o dia de trabalho descontado. Além das duas medidas, a primeira prevista no regimento interno do clube e a segunda respeitando as normas da CLT, Roberto de Andrade disse que conversará com o atleta e pediu calma na avaliação sobre o camisa 10.

“Vamos conversar na quinta-feira. Vamos esperar, pois é muito cedo para avaliar o jogador. Foram apenas 45 minutos [no domingo] e estamos em início de temporada. Ele vem de 20, 30 minutos em campo no ano passado.”

Segundo a assessoria de imprensa do clube, o jogador viajou ao Rio de Janeiro na segunda-feira para comemorar o aniversário da mãe e não se reapresentou ao clube nesta tarde.

Adriano foi contratado em março do ano passado após se recuperar de uma cirurgia no ombro, realizada quando ainda defendia a Roma. Um mês depois de sua apresentação, porém, o atleta sofreu uma lesão no tendão de aquiles e só estreou pelo time paulista no dia 9 de outubro, contra o Atlético-GO, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Preterido pelo técnico Tite até do banco de reservas em alguns jogos do Nacional, o atacante entrou em apenas quatro partidas pelo Corinthians no Nacional e marcou um gol, contra o Atlético-MG.

Com a Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *