Willames Costa

Compromisso com a informação

Brasil

Família de desaparecido no ES tenta novas buscas no litoral do RJ

Talya Picoli Schuwambach, esposa de náufrago (Foto: Reprodução/TV Gazeta)

Talya, esposa de mergulhador, foi para Macaé
(Foto: Reprodução/TV Gazeta)

A família do mergulhador Arnaldo Schuwambach, 24 anos, que está desaparecido em alto-mar desde quinta-feira (5), se dividiu para continuar as buscas por ele, nesta terça-feira (10). A esposa de Arnaldo, Talya Pícoli Schuwambach, foi para Macaé, no Rio de Janeiro, para tentar sobrevoar o local de helicóptero. O irmão, Arthur Schuwambach, conseguiu um avião bimotor e vai sobrevoar o litoral sul do estado e o Rio de Janeiro.

“Saí de Vitória de madrugada, cheguei a Macaé pela manhã e vou ficar no aeroporto até conseguir um helicóptero. Vou pedir ajuda para tentar sobrevoar o local. A locação custa cerca de R$ 12 mil a hora. Contamos com a ajuda das pessoas para conseguir. Tenho certeza que Arnaldo está vivo e estou movendo mundos e fundos. Não vou desistir”, afirma Talya.

Já Arthur saiu do aeroclube de Vila Velha no final da manhã, em um avião bimotor. “Vamos fazer uma varredura até o Rio de Janeiro. Vamos ficar cinco horas sobrevoando, depois paramos para abastecer e sair de novo, em seguida”, conta o irmão do mergulhador.

O amigo que estava com Arnaldo quando ele desapareceu no mar, Vinícius Barboza, continua acompanhando as buscas. Ele também foi para o aeroclube, na manhã desta terça-feira.

A Capitania dos Portos do Espírito Santo encerrou as buscas pelo mergulhador no domingo (8). Segundo a capitania, foram empregadas mais de 20 embarcações e 3 aeronaves, num período de 72 horas de busca, no total. O capitão de mar e guerra Paulo Vaz de Araújo justificou a medida por questões técnicas. Ele afirma que estar no mar sem água e alimentação traz posibilidades remotas de sobrevivência ao rapaz.

Um Inquérito Administrativo sobre Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN) foi instaurado pela Capitania dos Portos para apuração das causas e dos possíveis responsáveis pelo incidente. O prazo para conclusão do inquérito é de 90 dias.

A capitania informou que “continuará a publicar este evento em Aviso aos Navegantes para que todos que naveguem na região fiquem atentos para uma possível localização da vítima. Ainda, qualquer nova informação sobre o desaparecido poderá ser passada à CPES por meio do “Disque Denúncia” (27) 2124-6526”.

Desaparecimento
Arnaldo está desaparecido desde a tarde de quinta-feira (5), depois de sair para mergulhar com os amigos, na Praia da Costa, em Vila Velha. O universitário Vinícius Barboza, de 21 anos, que nadou por quatro horas até ser avistado por um navio e ser resgatado pelo helicóptero da Polícia Militar, falou sobre o momento em que o amigo Arnaldo Schuwambach, 24 anos, desapareceu.

Ele e Vinícius ficaram perdidos a cerca de 21 km de distância do litoral da Praia da Costa.

“A lancha não deu defeito. O rapaz que pilotava a lancha é muito experiente, pescador profissional, inclusive. Ele é habilitado e estava correto. Somos amigos há muitos anos. O que aconteceu é que ele nos perdeu de vista. A gente via ele, mas ele não via a gente. Quando ele achou que não ia mais nos encontrar, voltou até onde dá sinal e fez contato com terra. Se ele não tivesse feito isso, com certeza não ia ter ninguém para me ver passando na hora que passei perto do navio. O piloto da lancha foi e voltou várias vezes, mas ele não nos via”.

Segundo Vinícius, ele e Arnaldo estavam nadando juntos, mas não amarrados um ao outro. “Combinamos de nadar para terra, mas acabamos nos distanciando um do outro. E em um determinado momento não nos vimos mais”, conta.

Desde que foi resgatado, Vinícius acompanha e auxilia as buscas. “Fiquei acordado o tempo todo, estou tentando fazer o máximo. Ele era muito meu amigo, fui padrinho do casamento dele mês passado. Nem sei o que dizer. É uma situação muito difícil”, desabafa.

Familiares e amigos ajudam nas buscas por Arnaldo (Foto: Reprodução/TV Gazeta)Familiares e amigos ajudam nas buscas por Arnaldo (Foto: Reprodução/TV Gazeta)

Fonte: Do G1 ES

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *