Willames Costa

Compromisso com a informação

Esporte

Fla detona Flu sobre Thiago Neves e afasta zagueiro ‘sumido’

A disputa entre Flamengo e Fluminense pelo meia Thiago Neves azedou “institucionalmente” a relação entre as diretorias dos dois clubes do Rio. Na noite desta segunda-feira, a presidente da equipe rubro-negra, Patrícia Amorim, disparou contra o colega Peter Siemsen, presidente do time tricolor, e chegou a falar em postura sem ética e decência.

Maurício Val/Divulgação Vipcomm
O meia Thiago Neves em treino do Flamengo em imagem de arquivo
O meia Thiago Neves em treino do Flamengo em imagem de arquivo

“Com certeza”, respondeu mais tarde sobre se a situação inviabilizaria uma futura parceria dos clubes numa licitação para ficar com o estádio do Maracanã depois da Copa-2014. Um acordo já era especulado há mais de um ano envolvendo Fla e Flu.

Patrícia reclamou da forma com que o rival tenta atravessar a negociação por Neves, que disputou a última temporada no Flamengo e tinha praticamente acertado sua renovação para 2012. Ele pertence ao Al Hilal, da Arábia Saudita, que admitiu vender o atleta.

“Aqui se trabalha de uma forma honesta, clara e ética. Se nem todos trabalham assim, que Deus os perdoe”, declarou a cartola, em referência ao adversário.

“É muito desconfortável a forma como o presidente do Fluminense [Peter Siemens] diz que não sabe de nada. Isso está criando um problema institucional muito grande entre as duas direções. Não é a conduta que eu esperava. Pelo que se sabe, eles estão atravessando a negociação em cima de um poder financeiro que está inflacionando o mercado e isso é um desserviço ao futebol. Não condiz com o relacionamento que temos mantido entre os quatro clubes [grandes] do Rio. Tínhamos um relacionamento bom, e a partir de agora não temos mais. Essa postura não é decente”.

A crítica é para o fato de o Flu não se pronunciar oficialmente sobre o assunto, “só agir nos bastidores”. E negou que o caso se assemelhe ao vivido com o Grêmio por Ronaldinho, no início do ano passado. “Na época, nos mostramos interessados abertamente pelo jogador. Inclusive, o Palmeiras também participou da negociação”.

Quanto ao zagueiro Alex Silva, que não se apresentou para a viagem à Bolívia nesta segunda-feira, palco da estreia na Libertadores, a dirigente foi direta.

Nina Lima/Divulgação Vipcomm
O zagueiro Alex Silva em treino do Flamengo em imagem de arquivo
O zagueiro Alex Silva em treino do Flamengo em imagem de arquivo

“Pegou a todos nós de surpresa, não sabemos o motivo. A nossa decisão é que ele agora está afastado, é uma falta grave, e esse assunto está entregue ao departamento jurídico”, encerrou Patrícia Amorim em entrevista coletiva.

RONALDINHO

Há cinco meses, Ronaldinho não recebe a maior parte do seu salário, que deve ser paga pela Traffic, empresa de marketing esportivo que fez parceria com o Fla para contratá-lo. A dívida já chega a R$ 3,75 milhões.

“Assis vem aqui na quarta-feira. Ele está sempre cumprindo tudo que foi combinado, e o desfecho será definitivamente na quarta. Uma equipe do clube foi a Porto Alegre, o pessoal da Traffic esteve no clube. Se, quarta-feira, não fecharmos com a Traffic, a negociação passará a ser feita diretamente com o jogador”, disse a presidente da equipe carioca, Patrícia Amorim, em entrevista coletiva na noite desta segunda.

Com a Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *