Willames Costa

Compromisso com a informação

Esporte

Fluminense vence o Madureira por 2 a 1 e sonha com as semifinais da Taça Rio

Futebol CariocaO Fluminense fez sua parte neste sábado e venceu o Madureira por 2 a 1, no estádio Conselheiro Galvão, na zona norte do Rio. Com isso, chega a dez pontos e briga pela vaga nas semifinais da Taça Rio (segundo turno do Estadual) na última rodada, mas não depende de si.

A vantagem é do Bangu, que tem 12 pontos após vencer por 1 a 0 o Macaé, assumindo provisoriamente a ponta do Grupo B. Na última rodada, o time de Moça Bonita pega o Resende. Já o Flu fica em terceiro lugar e enfrenta o Olaria. O Vasco, agora vice, joga ainda neste sábado contra o Flamengo. Os jogos decisivos serão disputados no domingo, a partir das 16 horas. O Madureira, por outro lado, com a derrota e sete pontos no Grupo A, briga contra o rebaixamento em duelo contra o Duque de Caxias.

Dhavid Normando/Photocamera
O meia-atacante Thiago Neves arma o chute para fazer o segundo gol do Fluminense contra o Madureira
O meia-atacante Thiago Neves arma o chute para fazer o segundo gol do Fluminense contra o Madureira

Para vencer, jogando de branco contra o forte calor e o gramado ruim, o Fluminense contou com a vontade de quem não é titular em mostrar serviço. Foi o caso de Rafael Moura e Rafael Sobis, por exemplo, escalados no ataque no lugar de Deco e Fred, poupados desta partida. Além da volta de Anderson e Diguinho, após cumprirem suspensão.

Com essa base o time tricolor optou pela velocidade nos contra-ataques. A fórmula não decidiu o jogo, mas serviu para manter um certo controle sobre o Madureira, que chegava em bolas cruzadas e quando conseguia trocas longas de passes pelas laterais. Essas jogadas comuns na partida, porém, não culminaram em gols. Estes saíram em lances de oportunismo.

O Flu abriu o placar com um chute forte de Edinho, de fora da área, acertando a trave, sendo que, no rebote, a bola cruzou duas vezes o gol e chegou em Lanzini, na pequena área, que cabeceou e abriu o placar, aos 21 minutos do primeiro tempo. Aos 44 minutos, após bate e rebate da defesa do Madureira, Thiago Neves dominou a bola no alto e chutou de pé esquerdo, quase rasteiro, no canto esquerdo do goleiro, para fazer 2 a 0.

“O campo é pequeno, irregular, tem mesmo de arriscar. Mas o time está em boas condições”, resumiu Thiago Neves, na saída de campo, ao falar sobre o gol que fez. Ele só não contava com a pressão do Madureira nos últimos cinco minutos, quando chegou a descontar após confusão na área, em escanteio, quando a bola, no alto, foi cabeceada por Wellington Junior, que descontou para 2 a 1, aos 40 minutos do segundo tempo.

Fonte: Da Folha. com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *