Willames Costa

Compromisso com a informação

Economia

Francisco Franco é nomeado presidente da Casa da Moeda

Decreto presidencial com nomeação foi publicado nesta segunda (13).
Ex-presidente, Luis Denucci, foi exonerado por suspeita de corrupção.

A nomeação de Francisco Franco como presidência da Casa da Moeda foi publicada no “Diário Oficial da União” nesta segunda-feira (13). Ele havia sido indicado pelo ministro Guido Mantega no último dia 8.

Francisco Franco, segundo o governo, é servidor público de carreira, especialista em políticas públicas e gestão governamental, tendo ocupado a função de secretário-executivo adjunto do Ministério da Fazendade 2007 a 2010. Atualmente, é diretor na secretaria-executiva do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Denúncias de corrupção
O ex-presidente da Casa da Moeda, Luis Felipe Denucci, foi demitido no fim de janeiro pela presidente Dilma Rousseff. Logo após, surgiram informações, divulgadas pelo jornal “Folha de S.Paulo”, de que Denucci seria suspeito de receber propina de fornecedores do órgão por meio de duas empresas no exterior. Ao jornal, ele atribui a denúncia a uma briga partidária dentro do PTB, que indicou seu nome. Na última semana, Mantega disse que o PTB foi o responsável pela indicação de Denucci para o cargo.

Investigações
Ministério Público Federal já está investigando as denúncias de operações suspeitas na Casa da Moeda. O próprio Ministério da Fazenda também determinou a abertura de umasindicância, que tem um prazo de 30 dias para concluir seus trabalhos, para realizar investigações sobre o assunto.

Convocação de Mantega
O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, defendeu que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, vá ao Congresso dar explicações sobre a demissão do presidente da Casa da Moeda, Luiz Felipe Denucci.

Nesta quarta-feira, a Comissão Mista de Orçamento do Congresso adiou uma votação de um requerimento para convidar o ministro Mantega a depor no Congresso. A sessão foi suspensa por falta de quórum e será retomada apenas na próxima terça-feira (14).

O pedido de audiência com Mantega tem como objetivo discutir os reflexos da crise econômica internacional no país. Parlamentares de oposição, no entanto, protocolaram outros pedidos chamando o ministro para explicar denúncias de irregularidades na Casa da Moeda.

Com Do G1, em Brasília

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *