Willames Costa

Compromisso com a informação

Brasil

Henrique Meirelles defende aliança de Kassab com o PT

Em reunião da cúpula do PSD em São Paulo, o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles voltou nesta segunda-feira a defender que o partido do prefeito Gilberto Kassab apoie o pré-candidato do PT, Fernando Haddad.

“Sempre manifestei minha simpatia pelo candidato do ex-presidente Lula e do PT. Mas vamos aguardar a decisão do partido”, afirmou.

Sem descartar aliança com PSD, Haddad diz que vai priorizar aliados
Governo Kassab tem aprovação de 22% em SP, diz Datafolha
Disputa pela prefeitura de SP mantém-se inalterada, diz Datafolha

Alan Marques – 15.fev.10/Folhapress
Meirelles cumprimenta o então presidente Lula
Meirelles cumprimenta o então presidente Lula

Cotado para ser o vice de Haddad, Meirelles não descartou a possibilidade de integrar a chapa petista, mas disse não ter se filiado ao PSD para isso.

“Não é o objetivo. Entrei para fazer o programa econômico do partido”, desconversou. Ele disse ainda que a sigla deve estar “sempre aberta a alianças”.

Kassab convocou reunião após dirigentes do PT manifestarem incômodo com a aproximação do PSD. Rui Falcão, presidente nacional do partido, disse que o PT “não cogita” uma aliança com o prefeito de São Paulo.

No último sábado, o conselho político de Haddad estabeleceu que o partido terá como prioridade procurar parcerias com PMDB, PR, PSB, PC do B e PDT.

“Não houve uma aproximação formal do PSD. O presidente do partido não foi procurado e o próprio PSD deixou claro que ele tem outras prioridades. A nossa [prioridade] é a busca de coligação com os partidos da base aliada”, disse Haddad.

Com a Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *