Willames Costa

Compromisso com a informação

Destaque

I Conferência sobre Drogas do Norte da Bahia lança projeto de cuidados para os profissionais

A Secretaria da Saúde de Juazeiro em parceria com a UNEB promoveu no último sábado (17), a I Conferência sobre Drogas do Norte da Bahia, onde profissionais de saúde do SUS, SUAS e dos hospitais se reuniram para discutir sobre as Políticas de Cuidado aos usuários de drogas. O evento aconteceu no auditório da Univasf, em Juazeiro, e teve como objetivo apresentar ao público o projeto do Centro Regional de Referência (CRR) para Educação Permanente e formação dos profissionais de saúde das microrregiões de Juazeiro e Paulo Afonso.

O projeto de formação dos profissionais visa qualificar as equipes no trato contra as complicações químicas das drogas e a reinserção social dos usuários. Para a coordenadora do CRR no enfrentamento do crack, Ana Carolina Moreira, as drogas são um problema de saúde pública e por essa razão merece uma atenção especial.

“O problema do uso abusivo de drogas é crescente no país, além de ser um assunto complexo e amplo. Atualmente existe uma mobilização conjunta de vários setores sociais, Justiça, Saúde e Segurança Pública em projetos que ajudam a minimizar a situação no país. Os Centros de Formação surgem em várias regiões do país na busca por um olhar especial para os usuários de drogas, sendo mais uma ferramenta de controle do problema”, disse a coordenadora.


Ana Carolina finalizou agradecendo o apoio dos municípios de Juazeiro e Paulo Afonso, que abraçaram o projeto. “Será um desafio, pois ainda existem muitos tabus e preconceito, mas vamos avançar e desenvolver o projeto na região com afinco e da melhor forma possível”, completou.

A diretora de Atenção à Saúde de Juazeiro, Geandry Peres, fala da satisfação do município em sediar e desenvolver o trabalho. “Será com certeza, um projeto eficaz de educação permanente. Temos consciência que devemos formar novos cuidados e abraçar esta iniciativa, que vem beneficiar e aperfeiçoar os atendimentos já existentes na cidade, nos CAPS, por exemplo,” pontuou.

Na opinião de Suely Barreto, representando a área técnica de Saúde Mental da Bahia, a Educação Permanente é o caminho para o fortalecimento do combate às drogas. “Esta parceria é muito importante, pois o CRR será mais um pontapé dado para minimizar a situação problemática das drogas. No contexto atual ainda existe insuficiência de financiamentos para os serviços, além do número reduzido de profissionais psiquiátricos”, falou.

A Conferência foi encerrada com a participação do cientista social e consultor em redução de danos, Dênis Petuco, que discutiu sobre o tema: “Políticas de cuidado ao usuário de drogas”. O conferencista debateu sobre as atuais campanhas de prevenção, epidemia do crack, comunidades terapêuticas e internações compulsórias.

Projeto de Educação Permanente

O curso para os profissionais terá duração de 12 meses. A primeira etapa será direcionada para os médicos da atenção básica, que receberão treinamento dentro do tema: Aperfeiçoamento sobre o uso abusivo de crack e outras drogas até o dia 21 de janeiro de 2012. Nas etapas posteriores os profissionais dos hospitais, agentes comunitários e demais profissionais da REDE SUS (Sistema Único de Saúde) e SUAS (Sistema Único de Assistência Social), também serão beneficiados com a capacitação.

O projeto tem o apoio da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Governo Federal), Secretaria de Saúde do Estado da Bahia e da prefeitura de Paulo Afonso.

Com Ascom/Sesau/PMJ

 

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *