Willames Costa

Compromisso com a informação

Esporte

Invicto em casa, Corinthians joga para ser mandante nas finais

SPFW 2012O Corinthians enfrenta o Paulista hoje no Pacaembu com um plano: vencer para continuar no Pacaembu.

Já classificado para a segunda fase, o time garantirá ao menos a vice-liderança caso conquiste a vitória, a partir das 16h. Isso lhe daria, nas quartas de final e nas semifinais, a única vantagem prevista no regulamento do Estadual: jogar em casa.

Em se tratando de Corinthians, isso não é pouco.

Léo Pinheiro – 8.mar.12/Folhapress
Tite durante treino do Corinthians no CT Joaquim Grava
Tite durante treino do Corinthians no CT Joaquim Grava

Pois o time de Tite, que só perdeu uma vez nesta temporada, não sofre derrotas em casa em jogos oficiais desde 12 de outubro, quando perdeu para o Botafogo por 2 a 0, no Campeonato Brasileiro.

E Tite, não é de hoje, queixa-se do regulamento do Paulista, em que toda uma campanha da primeira fase pode ruir em apenas um jogo.

“No ano passado, eu disse que o campeonato estaria sujeito a uma surpresa ou a uma decisão por pênaltis. Continuo afirmando. Um jogo só é muito pouco. Jogar em casa é pouco”, disse anteontem o treinador corintiano.

Os oito clubes que vão à segunda fase já estão definidos. Os quatro primeiros terão como vantagem jogar em casa em partida única. Em caso de empate, decisão por pênalti.

“Há um risco grande sendo um jogo só. Risco enorme de um dos grandes não passar ou disputar pênaltis.”

E para garantir que jogará no Pacaembu até numa eventual decisão, só mesmo se terminar esta primeira fase na liderança. Até o início da rodada, São Paulo e Corinthians disputavam o posto cabeça a cabeça: os mesmos 40 pontos e vantagem são-paulina no saldo de gols.

Até por isso, Tite escalará o que tem de melhor, apesar do duelo importante pela Libertadores daqui a três dias.

“Quero a liderança porque estar perto do torcedor é legal. A energia passa de fora de campo para os jogadores, e isso contribui, incentiva, traz a equipe de volta para o jogo. A gente leva um gol, e a torcida grita mais”, afirmou.

E já prevê os cruzamentos. “O primeiro estágio a levar vantagem é contra Ponte, Mogi, Guarani ou Bragantino”, disse, citando possíveis adversários nas quartas.

Nesta temporada, o Corinthians fez 12 jogos oficiais no Pacaembu. Venceu dez –incluindo clássicos contra São Paulo e Palmeiras e dois jogos pela Libertadores– e empatou duas vezes.

O público médio em casa é 16,8 mil pagantes –até a mesma 17ª rodada de 2011, era 13,8 mil.

Tite afirma não saber apontar seus 11 titulares

Às vésperas do confronto com o Nacional, pela Libertadores, o técnico Tite optou por não escalar os reservas, como vinha fazendo. A semana de folga, conta, serviu para recuperar parte dos atletas. E o time precisa de ritmo para se aprimorar.

“O grupo ficou mobilizado para esses dois jogos. Não vou usar titular ou reserva. Se me perguntarem quais são os 11 [titulares] hoje, eu não sei”, disse.

“Em um momento um está melhor, outro se machuca, a equipe se reveza e fica num nível bom.”

Ele diz que o time está em constante evolução. “O maior benefício é amadurecer. Não importa vermelho, cinza, nada. Não é titular ou reserva, é Corinthians. O importante é estarmos bem preparados”, declarou.

No jogo de hoje, Alex e Jorge Henrique, que se recuperam de lesão, foram barrados novamente. O atacante Emerson sentiu dores no tornozelo esquerdo ontem e, por precaução, vai ser poupado por Tite. Chicão, suspenso, também não joga. De resto, o time atuará com sua força máxima.

CORINTHIANS
Júlio César; Edenílson, Marquinhos,
Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Ramirez e Danilo; Willian
e Liedson
T.: Tite
PAULISTA
Vágner; Samuel Xavier, Junior Alves, Diego Ivo e Reinaldo; Madson, Wellington, Bruno Formigoni e Dener; Renan Marques e Rychely
T.: Luiz Carlos Martins
Estádio: Pacaembu, em São Paulo Horário: 16h Árbitro: José Cláudio Rocha Filho

Fonte: Da Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *