Willames Costa

Compromisso com a informação

Destaque Saúde

Juazeiro promove I Seminário de Atenção Integral à Saúde da Criança

Com o objetivo de melhorar a assistência prestada à criança em Juazeiro, a Secretaria de Saúde promove nos dias 28 e 29 de setembro, o I Seminário de Atenção Integral à Saúde da Criança. O evento acontecerá no auditório da UNEB, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

O Seminário é gratuito e terá como públicoalvo as Equipes de Saúde da Família do município, tanto da zona urbana como rural, formada por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, dentistas, atendentes de consultório dentário (ACD) e agentes comunitários de saúde (ACS). A expectativa, segundo a Comissão Organizadora, é de que 800 profissionais participem.

O Seminário busca qualificar os serviços nas unidades de saúde, através da educação permanente na linha de cuidado em saúde da criança, promover a discussão de temas prioritários, além de reduzir os índices de mortalidade infantil no primeiro ano de vida e as taxas de internação hospitalar por doenças infecciosas e de doenças do aparelho respiratório .

Segundo informações do Projeto de Expansão e Consolidação da Saúde da Família (PROESF-Ministério da Saúde), em 2009, a taxa de internação hospitalar, em Juazeiro, por infecção respiratória aguda (IRA) em menores de 5 anos foi de 30,55 a cada 1 mil nascidos vivos (30,55/1000) e a taxa de internação hospitalar por diarréia na mesma população, 50,82 (50,82/1000). Em 2008, 7 crianças menores de 1 ano morreram por doenças diarréicas no município e em 2009 este número caiu para cinco casos registrados de óbitos pela mesma razão.

Com relação a internações de menores de 5 anos por doenças diarréias agudas, em 2009 foram registrados 21 casos e no ano passado (2010), apenas 1 caso foi registrado (dado de 2010 preliminar). Foram registrados em 2008, 21 óbitos em crianças menores de 1 ano por pneumonia em Juazeiro e em 2009 foram registrados apenas 2 casos. De 2008 para 2010, o município teve queda na taxa de mortalidade infantil. A cada 1 mil nascidos vivos, a taxa reduziu de 22,9 em 2008 para 17,9 em 2010.

“A situação da assistência à saúde da criança no município já apresenta melhorias, pois já podemos observar indicadores positivos, mas ainda não avançamos o ideal. A ideia é continuar qualificando os profissionais e os serviços, para que possamos oferecer atendimentos de respeito e mais dignos para este público, além de promover saúde e prevenir doenças”, ressaltou a secretária de saúde em exercício, Eliete de Castro.

Durante o evento, que será ministrado por profissionais de saúde da Rede Municipal, serão debatidos temas como: Doenças Respiratórias (pneumonia e asma), Parasitoses, Diarréia e Saúde Bucal. Também será apresentada aos profissionais a situação da saúde da população infantil do município.

Segundo a supervisora do Núcleo de Humanização e Educação Permanente, Luciana Florintino, a Secretaria de Saúde vem buscando dar resposta às necessidades apresentadas no âmbito da assistência integral à criança. “Para tanto estamos propondo a organização da assistência à população infantil, por meio de reflexões conceituais e práticas, como também da adoção de protocolos técnicos, aliada a abordagem da clínica, sistematizando assim o cuidado e fomentando a real integralidade”, comentou.

Como forma de consolidar a atenção integral à criança, a Secretaria apresentará um Módulo de Educação Permanente em Saúde da Criança com orientações sobre as práticas desenvolvidas no nível da atenção primária, sem excluir a abordagem da articulação com os demais níveis da atenção e das redes socioassistenciais, informa uma das integrantes do Núcleo de Educação Permanente, Jussya Meury Costa. O módulo tem como finalidade a identificação das ações prioritárias para a saúde da criança, através de discussões sobre temas essenciais à reflexão e qualificação dos profissionais.

O Seminário terá ainda a participação de componentes da Câmara Técnica de Educação Permanente da microrregião de Juazeiro (Campo Alegre de Lourdes, Casa Nova, Sento Sé, Curaçá, Pilão Arcado, Remanso, Sobradinho e Uauá). O objetivo é dá inicio ao Plano de Ações de Educação Permanente na microrregião.

Com Ascom / Sesau/PMJ

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *