Willames Costa

Compromisso com a informação

Economia

Leilão de Boeing e peças da Vasp arrecada R$ 291 mil

Um avião e restos de quatro aeronaves da Vasp foram vendidos por R$ 291 mil em leilão conduzido pela 1º Vara de Falências da Justiça de São Paulo — responsável pelo processo da companhia — nesta segunda-feira.

Veja fotos de sucatas da Vasp
Governo concede aeroportos por R$ 24,5 bilhões
Veja o que muda na administração aeroportuária após o leilão

A cifra é 32% superior, no total, dos valores iniciais previstos para a disputa. Os recursos serão destinados para pagamento dos credores da empresa.

Luiz Carlos Murauskas – 26.jan.12/Folhapress
Sucatas da Vasp; cada lote está avaliado em R$ 30 mil
Sucatas da Vasp; cada lote era avaliado em R$ 30 mil

O leilão faz parte de programa do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) para retirar sucatas de aeroportos brasileiros.

O Boeing 737-200, avaliado em R$ 100 mil, não tem licença para voar e, segundo o conselho, está inteiro, com turbinas, painel completo e bancos de couro. Ele foi vendido por R$ 133 mil.

Já os lotes de sucatas, avaliados em R$ 30 mil, foram vendidos por até R$ 42 mil.

De acordo com o Tribunal de Justiça de São Paulo, o comprador da aeronave pretende colocá-la em uma área de lazer para crianças em sua cidade.

“O que era sucata em aeroporto virou comida na boca dos trabalhadores [da Vasp]. O resultado deste esforço é mais espaço para quem usa Congonhas, mais respeito à aviação brasileira, mais dignidade para os trabalhadores da Vasp.”, afirma, em nota, o juiz responsável pelo programa do CNJ, Marlos Melek.

Serão leiloadas ainda outras 22 aeronaves — uma em boa estado –, além de 80 mil peças de manutenção, como pneus, turbinas, tapeçaria e motor.

A Vasp parou suas atividades em 2005 e teve a falência decretada em 2008, com uma dívida estimada em R$ 5 bilhões.

Com a Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *