Willames Costa

Compromisso com a informação

Esporte

Luis Fabiano teme ver o caldeirão ferver, e cita Tite e Felipão

SPFW 2012O atacante Luis Fabiano admitiu nesta quarta-feira que o elenco são-paulino deve sofrer uma grande pressão caso seja eliminado pela Ponte Preta na Copa do Brasil.

Como perdeu a partida de ida das oitavas de final por 1 a 0, em Campinas, o time tricolor precisa vencer o jogo de volta, amanhã, no Morumbi, às 21h50, por dois gols de diferença para avançar às quartas de final da competição. Se o São Paulo vencer por 1 a 0, o classificado será conhecido nas cobranças de pênalti.

“Perder o Paulista é doloroso. Muitos falam que não vale nada, mas quando perde, você vê que vale muito. Mas o nosso grande objetivo na temporada é a Copa do Brasil. Eu conheço bem esse clube, já passei por muita coisa aqui e eu sei que se as coisas não derem certo, sexta-feira teremos muitos problemas aqui. Em caso de eliminação, o caldeirão ferve”, declarou o atacante, que não vê Emerson Leão ameaçado em caso de insucesso.

“No futebol, tudo pode acontecer. Mas acho muito cedo para pensar em demissão. Quando digo que o caldeirão vai ferver é porque a pressão vai aumentar muito. Quando perdemos para o Linense, já falaram como se nós tivéssemos perdido o campeonato. Depois, perdemos para o Santos e aumentou. Contra a Ponte Preta, explodiu. Essa Copa do Brasil é uma oportunidade de ouro que não pode ser jogada fora. Nosso pensamento de amanhã é só a vitória. Pressão sempre existe. Se hoje o Corinthians perder, o Tite já corre risco, o Felipão sempre corre risco. Então, é assim”, acrescentou.

Luiz Pires/Divulgação/Vipcomm
Luis Fabiano se prepara para chutar a bola durante treino do São Paulo
Luis Fabiano se prepara para chutar a bola durante treino do São Paulo

Artilheiro do São Paulo na temporada com 11 gols, Luis Fabiano afirmou que está pronto para decidir contra a Ponte Preta e espantar a pressão.

“Eu sei de tudo que represento e da responsabilidade que tenho aqui no grupo do São Paulo. Amanhã [quinta-feira] estou pronto para decidir”, disse o camisa 9, que pediu tranquilidade.

“Temos de ter tranquilidade e paciência. O mais difícil vai ser fazer o primeiro gol. Marcando o primeiro, 60% do caminho estará percorrido”, completou.

PÊNALTIS

Nesta quarta-feira, véspera do duelo contra a Ponte Preta, o elenco são-paulino fechou a preparação com treino de pênaltis.

Douglas, Rhodolfo, Edson Silva, Denilson, Casemiro, Cícero, Lucas, Fernandinho e Luis Fabiano treinaram cobranças contra o goleiro Leo. Além deles, o reserva Osvaldo também esteve presente.

Fonte: Da Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *