Willames Costa

Compromisso com a informação

Brasil

Mais duas vítimas do desabamento são identificadas no Rio

Os corpos de duas vítimas do desabamento de três prédios no centro do Rio foram identificados na noite desta segunda-feira por peritos do IML (Instituto Médico Legal). Daniel de Souza Jorge Amaral, 26, e Miriene Lopes dos Santos, 66, foram reconhecidos por meio de análise das impressões digitais.

Leia cobertura sobre o desabamento no Rio
Veja galeria de fotos do desabamento
Vídeos mostram cenário caótico após desabamentos
Veja o perfil das vítimas do desabamento no Rio
Suspeitos de furtar bens de vítimas são afastados
Crea ouvirá engenheiro responsável por obras em prédio que desabou
Órgão recebe 170 denúncias sobre obras após desabamento no Rio

Até agora, 15 dos 17 corpos encontrados foram identificados. Peritos realizam exame de DNA em outros dois corpos, que permanecem no IML, em São Cristóvão, zona norte da cidade.

Até a manhã desta terça-feira, cinco vítimas ainda não haviam sido localizadas. Ao menos nove parentes de desaparecidos colheram material genético ontem para comparação do DNA.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Sérgio Simões, afirmou no domingo (29) que os corpos ainda não encontrados podem ter sido carbonizados por pequenos focos de incêndio no decorrer do resgate –o que compromete a localização e identificação.

O delegado titular da 5ª DP (Mem de Sá), Alcides Alves, investiga as causas do desabamento dos prédios. Ele deve ouvir testemunhas e funcionários das edificações ao longo desta semana.

O Corpo de Bombeiros informou que as buscas por vítimas continuam sem previsão de término. Uma empresa contratada pela Prefeitura do Rio inicia esta semana o trabalho deescoramento e retirada de escombros para auxiliar os bombeiros.

Daniel Marenco-30.jan.12/Folhapress
Bombeiros e cães fazem buscas por vítimas nos escombros dos prédios que desabaram no Rio; veja galeria
Bombeiros e cães fazem buscas por vítimas nos escombros dos prédios que desabaram no Rio; veja galeria

Com a Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *