Willames Costa

Compromisso com a informação

Brasil

‘Marta me vê como adversário, não como inimigo’, diz Kassab

Marta Suplicy e Gilberto Kassab (Fotos: Agência Brasil)

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), disse nesta sexta-feira (10) não acreditar que senadora Marta Suplicy (PT) o tenha como inimigo. Para ele, Marta o enxergou, no passado, apenas como adversário.

Marta declarou que não se integra neste momento à campanha do pré-candidato petista à prefeitura, Fernando Haddad, por medo de “acordar de mãos dadas com Kassab”. O prefeito, também presidente nacional do PSD, oferece ao ex-presidente Lula uma aliança com o PT, e indicou como possível vice de Haddad seu secretário de Educação, Alexandre Schneider (PSD).

Marta diz temer ‘acordar de mãos dadas’ com Kassab em palanque
Marta não deve participar da festa de aniversário de 32 anos do PT
Kassab deve prestigiar encontro do PT em Brasília

“A sua preocupação [de Marta] é a preocupação de quem já exteriorizou em alguns momentos sua discordância com nossa administração, foi nossa adversária, e eu vejo com muita naturalidade. Eu não acredito que a Marta nos tenha como inimigos. Ela nos teve como adversários”, disse Kassab.

O prefeito admitiu ter diferenças com Marta e o PT, mas que isso não seria empecilho ao acordo entre os partidos.

“Ela [Marta] tem diferenças, o PT tem diferenças em relação à nossa gestão, e nós temos em relação à gestão deles. Agora, isso não impede, caso os dois partidos queiram, fazer uma aliança desde que consigam construir um plano de governo para a cidade que seja apresentado para a cidade e defendido pelos dois partidos”, afirmou.

Kassab afirmou que não teria problema algum em subir no palanque com Marta, com ele, afirmou, já jantou e almoçou várias vezes.

Com a Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *