Willames Costa

Compromisso com a informação

Política

Mercadante fala de Educação e irrita governo

Integrantes do Palácio do Planalto reprovaram ontem declarações do ministro de Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, sobre sua ida para o Ministério da Educação, tema ainda tratado reservadamente pelo governo, informa reportagem de Natuza Nery, publicada na Folha.

Mercadante admite possibilidade de substituir Haddad na Educação
Mercadante substituirá Haddad no Ministério da Educação

Roberto Stuckert Filho – 19.dez.2011/Divulgação/Presidência
Ministro Mercadante ao lado da presidente Dilma
Ministro Mercadante ao lado da presidente Dilma

Mercadante foi chamado pela presidente Dilma Rousseff no mês passado para assumir a vaga de Fernando Haddad, conforme antecipou a coluna Painel em sua edição de 19 de dezembro.

O convite, porém, ainda não havia sido oficializado até agora por decisão do próprio Palácio.

Haddad sairá do ministério para ser candidato do PT à Prefeitura de São Paulo.

No programa de rádio “Bom Dia, Ministro” na quinta-feira, Mercadante admitiu a possibilidade de trocar de pasta. “Eu tenho visto todas essas informações na imprensa, mas vamos aguardar a reforma ministerial. Eu prometo para vocês que, se isso acontecer, e é possível que aconteça, eu estarei aqui à disposição e nós poderemos discutir a pasta da Educação”, disse Mercadante ao programa.

Ao ser questionado sobre projetos para a nova pasta, ele afirmou que quem fala sobre a agenda da Educação é o atual ministro, mas destacou que existe “sinergia” entre as pastas da Ciência e Educação.

“Eu só falo da minha pasta, que é Ciência, Tecnologia e Inovação”, disse.

Mercadante afirmou que a nomeação só vale depois que estiver no “Diário Oficial” e que quem indica ministro é a presidente da República.

Ela chegou a analisar a possibilidade de uma sucessão caseira, promovendo um dos quadros da atual cúpula do MEC, mas concluiu que o ex-senador petista é uma solução de mais peso para uma área que ela considera estratégica.

Com a Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *