Willames Costa

Compromisso com a informação

Mundo

Merkel diz que Reino Unido é peça chave da UE

A chanceler alemã, Angela Merkel, expressou nesta quarta-feira seu desejo de que o Reino Unido continue sendo “um parceiro importante da UE (União Europeia)”, apesar da recusa do país em aceitar o acordo para uma reforma no tratado do bloco com o objetivo de reforçar a disciplina fiscal.

Segundo ela, teria sido “irresponsável” não tomar as medidas estipuladas na recente cúpula da UE em Bruxelas para salvar o euro somente por conta da rejeição de Londres. Merkel deu as declarações em um discurso extraordinário perante o Bundestag (câmara baixa do Parlamento alemão), para explicar detalhes das medidas.

Após “lamentar” a rejeição de Londres e lembrar que há 20 anos aconteceu o mesmo com o euro, Merkel destacou que apesar de tudo o Reino Unido é “um parceiro confiável da UE”, ponto já demonstrado em outras áreas, como o mercado interno e a defesa do meio ambiente.

A chanceler alemã afirmou que o caminho para uma união fiscal europeia já é uma via sem retorno e que a redação do novo tratado, ao qual poderão aderir os parceiros que desejarem, além dos 17 membros da zona do euro, corrigirá os erros de construção da união monetária.

Além disso, Merkel celebrou o respaldo majoritário à iniciativa para o novo tratado e comentou que o futuro presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy, assegurou pessoalmente que continuará com a consolidação orçamentária iniciada por José Luis Rodríguez Zapatero.

Ela insistiu ainda em seu discurso que a introdução dos eurobônus “seria um erro”, já que não se trata de uma medida de resgate “adequada” para salvar a moeda única.

A líder alemã também destacou a colaboração “especial” entre Paris e Berlim e o compromisso comum de todos os governos da UE para alcançar um “futuro melhor” com crescimento sustentável e criação de postos de trabalho no continente.

DA EFE, EM BERLIM

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *