Willames Costa

Compromisso com a informação

Goiás

Moradores cobram mais segurança para o Setor Center Ville, em Goiânia

O aumento no número de roubos a residências tem preocupado os moradores do Setor Center Ville, em Goiânia. Segundo dados da Polícia Militar (PM), somente entre janeiro e o início de abril foram registradas 34 ocorrências do tipo na região. A secretária Nayara Alvim, que foi uma vítima do crime, afirma que os ladrões são audaciosos. “Reforcei a segurança da casa, mas, mesmo assim, já fui assaltada duas vezes. Eles levaram microondas, televisão, aparelho de DVD, entre outras coisas”, lamenta.

Mesmo com a segurança das casas bem estruturada, o assistente administrativo Fernando Eustáquio revela que os criminosos chegaram a invandir sua residência com um veículo. “Os ladrões ficam rondando no bairro procurando casas vazias. No momento que eles descobrem que não tem ninguém no local, arrombam e depois entram com um carro para levar tudo”, explica o morador, que teve uma porta da residência destruída durante um furto.

A agente de saúde Vânia Moura conta que os criminosos agem rapidamente durante qualquer dia da semana. “Eu e minha família estávamos na porta da nossa residência, no domingo, quando chegou um rapaz e colocou uma arma na cabeça do meu marido para levar o carro”, declara.

Na residência da dona de casa Devanira Maria do Carmo os ladrões foram abusados. “Eles levaram aproximadamente 10 kg de carne. E, se tiver refrigerante, eles tomam na maior tranquilidade. É um absurdo a gente pagar imposto para não ter segurança”, reclama a moradora.

Policiamento
Segundo o assistente administrativo Fernando Eustáquio, o baixo número de policiais na região pode ter influenciado no aumento das ocorrências de assaltos a residências. Na região noroeste da capital, apenas uma viatura da Polícia Militar (PM) é responsável por atender oito bairros durante os patrulhamentos diários. “A gente chama a viatura, mas ela demora até duas horas para chegar. Acho que é muito serviço para um carro de polícia”, acredita.

Porém, a PM informou que o atendimento à população está sendo realizado dentro do tempo considerado adequado. Sobre as denúncias do número elevado de roubo a residências, a Polícia Militar afirmou que irá agendar uma reunião para discutir o problema com a comunidade.

Fonte: Do G1 GO, com informações da TV Anhanguera

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *