Willames Costa

Compromisso com a informação

Brasil

Movimento Brasil Eficiente aposta em apoio no Congresso

O MBE (Movimento Brasil Eficiente), que reúne empresários e sociedade civil em favor da simplificação fiscal e de mais eficiência dos gastos públicos, definiu ontem estratégias para aumentar sua voz no Congresso e junto à população em geral.

À semelhança do movimento que mobilizou o eleitorado em torno da Lei da Ficha Limpa, o Brasil Eficiente quer reunir 1 milhão de assinaturas para abaixo-assinado em prol de seus projetos.

Uma das principais bandeiras é a criação de um modelo mais simples de sistema tributário, estabelecendo cinco grupos de tributos. Outra ideia é criar um Conselho de Gestão Fiscal para ajustar o sistema fiscal brasileiro.

“Precisamos enfrentar duas grandes ineficiências que matam o crescimento brasileiro: excesso de tributos, no número ou na carga, e os gastos estéreis do Estado”, afirmou o economista e coordenador-geral do MBE Paulo Rabello de Castro, em reunião ontem, em São Paulo.

Com as assinaturas, hoje em cerca de 12 mil, a intenção é aprovar as propostas no Congresso, com apoio da presidente Dilma Rousseff.

FRENTE PARLAMENTAR

Para ter mais influência entre deputados e senadores, a aposta é a criação de uma frente parlamentar mista, a ser comandada pelo senador Paulo Bauer (PSDB-SC).

O também coordenador-geral Carlos Schneider disse que é importante que os apoiadores venham de todos os partidos e regiões.

Na semana que vem, será oficializada a adesão do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB).

Schneider também defendeu aprender com a experiência da frente ruralista, que é organizada, tem um corpo técnico à disposição e grande influência junto aos congressistas.

A divulgação do movimento, a cargo da agência África, do publicitário Nizan Guanaes, vai realizar uma pesquisa de opinião em grandes cidades. Integrantes do MBE defenderam também investimentos em mais participação de trabalhadores, em mídia regional e em redes sociais.

Fonte: Da Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *