Willames Costa

Compromisso com a informação

Destaque Esporte

Náutico empata com a Ponte e garante o vice-campeonato

Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Na partida das duas equipes classificadas para a Série A, o Náutico empatou com a Ponte Preta por 2×2 nos Aflitos e se despediu com um empate na útlima partida frente a sua torcida deste ano. Ricardo Jesus e Jefférson marcaram para a Macaca enquanto enquanto Ronaldo Alves e Lenon assinalaram para o Timbu. O resultado garante não só o vice-campeonato para o Náutico com 64 pontos, como também deixa os Alvirrubros como única equipe da Série B a não perder nenhum jogo em casa. Kieza também pode comemorar, afinal o atleta terminou como artilheiro da competição com 21 gols. Já a Ponte termina em terceiro com 63.

Confira também:

>  Alvirrubros fazem festa nos Aflitos para o Náutico

PRIMEIRO TEMPO – O Náutico começou a partida contra a Ponte Preta nos Aflitos indo com tudo. Nem parecia que a partida não valia mais nada para o alvirrubro na Série B em se falando de classificação. O Timbu foi para cima da Macaca e com menos de dez minutos já havia criado chances de perigo principalmente com Rogério que se movimentava bem pelos lados do campo.

Por outro lado a Ponte Preta encarnava bem o clima de amistoso que a partida tinha. Pouco agredia o time alvirrubro e se contentava em tocar a bola na sua defesa. Dessa maneira, o clube do interior de São Paulo pouco criou até os 15 minutos e teve que aguentar a pressão do Náutico.

Contudo, apesar do domínio do Náutico, quem chegou ao primeiro gol foi a Ponte Preta. Após cruzamento na área alvirrubra, Ricardo Jesus tocou de cabeça e mandou para as redes de Gideão abrindo o placar nos Aflitos aos 17.

O Náutico não sentiu o gol e continuou com a postura ofensiva. Aos 25, Kieza perdeu a melhor chance. Após cruzamento de Rogério dentro da pequena área, o artilheiro da Série B tocou de cabeça para fora sem goleiro. O Náutico estava perto do empate.

Aos 30, o Náutico enfim empatou. Após falta cobrada por Eduardo Ramos, Marlon tocou de cabeça igualando a partida de maneira justa para a equipe mais buscou o jogo.

Após o empate, a partida seguiu no mesmo ritmo com o Náutico melhor na partida e buscando mais o jogo. No entanto poucas chances foram criadas na reta final da primeira etapa. As duas equipes seguiram para os vestiários e se prepararam para os últimos 45 minutos do ano.

SEGUNDO TEMPO – Na segunda etapa o panorama do primeiro tempo mudou um pouco. Com mais ousadia, a Ponte tentou partir mais para o jogo. Com menos de um minuto Josemar entrou pela grande área alvirrubra e chutou forte assustando Gideão.

A Ponte queria mesmo provar que o primeiro tempo apático não era o seu normal. Aos 7, Ricardo Jesus sozinho na esquerda desmantelou toda a defesa alvirrubra e quase desempatou a partida.

Melhor na partida, a Macaca continuava pressionando, aos 16, após escanteio cobrado, Kieza salvou em cima da linha e evitou outra vez o desempate. Dois minutos depois, Gideão salvaria o Náutico mais uma vez.

No entanto, assim como no primeiro tempo, não foi a melhor equipe no gramado que chegou ao gol. Aos 20, após receber bola na entrada da área, Lenon chutou forte e desempatou a partida para o Timbu. Delírio Timbu nas arquibancadas.

Após o gol sofrido, o Náutico teve mais algumas chances de ampliar o placar, principalmente com Eduardo Ramos, mas o meia falhou e contou com a falta de sorte em alguns momentos. O desperdício do Timbu custou caro no final da partida, aos 47, após confusão na área, Jefférson empatou e decretou números finais ao jogo que foi finalizado logo em seguida pelo árbitro. Agora só ano que vem na Série A.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO: Gideão; Peter (Marcos Vinícius), Marlon, Ronaldo Alves (Diego Bispo) e Airton; Everton (Alex Fraga), Elicarlos, Lennon e Eduardo Ramos. Kieza e Rogério. Técnico: Waldemar Lemos

PONTE PRETA: Julio Cesar; Guilherme, Leandro Silva e Uendel; Ferron,Xaves (Renan),Josimar, João Paulo Silva e Caio (Gerson); Ricardo Jesus e Tiago Luis (Bruno Nunes). Técnico: Gilson Kleina

Local: estádio dos Aflitos, em Recife (PE). Data: 26 de novembro de 2011. Árbitro: Reginaldo Gomes da Silva (RN). Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Marco Antonio Martins (RN). Gols: NÁUTICO: Marlon, aos 30 minutos do primeiro tempo; Lennon, aos 21 minutos do segundo tempo.PONTE PRETA: Ricardo Jesus, aos 17 minutos do primeiro tempo; Gerson, aos 48 minutos do segundo tempo. Cartões amarelos: Rogério, Kieza, Marcos Vinícius, Eduardo Ramos, Lennon e Diego Bispo (Náutico); João Paulo Silva, Ferron, Caio e Josimar (Ponte Preta).Cartões vermelhos: Kieza (Náutico) Josimar (Ponte Preta).

Com Do Blog do Torcedor do NE10

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *