Willames Costa

Compromisso com a informação

Brasil

Número de homicídios volta a crescer em São Paulo

O número de homicídios voltou a crescer no Estado de São Paulo em agosto pelo terceiro mês consecutivo. A alta de 10,48% do número de assassinatos registrados no Estado foi puxada pelo crescimento da capital, que teve no mês passado 23,81% mais homicídios que o registrado no mesmo mês de 2010.

‘Jardins’ da periferia concentram homicídios em SP
SP tem alta de 7,3% nos casos de latrocínio em 2011

Em agosto, foram 369 homicídios em todo o Estado, contra 334 de agosto de 2010. Na capital, foram 104 crimes contra 84 no mesmo mês do ano passado.

Os dados oficiais da violência foram divulgados nesta segunda-feira pela SSP (Secretaria de Segurança Pública).

Também houve alta em agosto dos crimes de furto (4,67%), roubo (9,23%), furto de veículos (4,12%) e roubo de veículos (20,79%), em relação ao mesmo mês do ano passado.

CRIMINALIDADE

Ao divulgar os dados, SSP comparou os casos de violência dos primeiros oito meses de 2011 com os do mesmo período de 2010. Nesta comparação, os números de homicídios e roubos diminuíram.

Pelos dados da secretaria, o número de homicídios dolosos no Estado nos primeiros oito meses de 2011 caiu de 2.920 para 2.739 em relação ao mesmo período do ano passado. Foram 181 casos a menos, uma queda de 6,2%.

A taxa de homicídios nos oito meses iniciais do ano –de janeiro a agosto– foi de 9,86 por grupo de 100 mil habitantes

As tentativas de homicídio recuaram 2,49% de janeiro a agosto. Foram 83 casos a menos, em relação aos primeiros oito meses do ano.

OUTROS CRIMES

O número de extorsões mediante sequestro caiu 11,32% nos primeiros oito meses, em relação ao mesmo período do ano passado. Foram registrados 47 casos até agosto, contra 53 até agosto do ano passado, de acordo com a SSP.

Na cidade de São Paulo, o número de sequestros caiu de 22 para 20 nesses oito meses. No interior, também ocorreu redução de 20 para oito casos, até agosto.

O número de roubos de carga caiu 3,29% no Estado, com 151 casos a menos, até agosto. Nos primeiros oito meses do ano passado, foram registrados no Estado 4.594 casos. Este ano, são 4.443 roubos a cargas.

Ainda segundo a SSP, o Estado de São Paulo teve alta de 7,3% nos casos de latrocínio entre janeiro e agosto de 2011, em comparação com o mesmo período do ano passado. Até julho, a alta acumulada no ano era de 16%, mas como em agosto o número de casos diminuiu (foram nove ocorrências registradas, contra 21 em julho), a média também baixou.

Segundo a SSP, na capital paulista, houve queda de 5,08% no número de latrocínio nos primeiros oito meses do ano, em comparação com o mesmo período de 2010.

ESTATÍSTICAS

A Secretaria da Segurança Pública passou a divulgar, em abril deste ano, as estatísticas criminais mensalmente e por distrito policial –antes, eram divulgados apenas por cidades, de três em três meses.

A mudança de orientação ocorreu após reportagem da Folha mostrar que o sociólogo Túlio Kahn, que foi por muitos anos responsável pela coordenação das estatísticas criminais, mantinha uma empresa que comercializava estudos com base nelas.

Publicamente, Kahn defendia o sigilo do mapa da violência por distritos, sob o argumento de que, se tornados públicos, os dados poderiam desvalorizar imóveis em regiões específicas.

Kahn afirma que jamais violou o sigilo dos dados criminais, mas foi afastado de suas funções por Alckmin.

Com a Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *