Willames Costa

Compromisso com a informação

Mundo

Obama diz que Nixon foi mais liberal do que ele em "muitos sentidos"

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse em uma entrevista televisiva que o ex-presidente Richard Nixon foi, “em muitos sentidos”, mais liberal do que ele no comando da Casa Branca e citou políticas como a regulação do meio ambiente promovida pelo republicano para corroborar essa ideia.

“Em muitos sentidos, Richard Nixon foi mais liberal do que eu fui. Ele criou a Agência de Proteção do meio Ambiente (EPA, sigla em inglês) e iniciou todo um pacote de regulações que permitiram manter limpos nosso ar e nossa água”, disse Obama em entrevista ao canal FOX e conduzida por Bill O’Reilly, um dos jornalistas mais críticos de seu governo.

Nos EUA, o termo “democrata liberal” é uma referência à ala esquerda do Partido Democrata. Desde que assumiu a Presidência, Obama foi tachado pelos setores mais conservadores do país como “liberal” e “socialista”, por suas políticas progressistas.

Ao ser perguntado por O’Reilly se era “o presidente mais liberal que os EUA já tiveram”, Obama negou veementemente e argumentou que presidentes republicanos como Nixon – um símbolo do conservadorismo no país – e Franklin Delano Roosevelt foram mais liberais do que ele, assim como o democrata Lyndon Johnson.

As palavras de Obama foram transmitidas na noite desta segunda-feira, quando aFOX divulgou a segunda parte da entrevista a Bill O’Reilly emitida no domingo antes do Super Bowl. Nos Estados Unidos é comum que o presidente ofereça uma entrevista a um canal nacional antes da popular final do futebol americano, o evento esportivo mais importante do ano no país.

Durante a conversa entre Obama e O’Reilly, uma das personalidades televisivas que mais críticas faz contra a administração democrata, o presidente não escondeu que, em sua opinião, o canal de televisão FOX foi “absolutamente injusto” com ele durante toda sua Presidência, após ser perguntado sobre esse tema.

EFEEFE – Agencia EFE – Todos os direitos reservados. Está proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agencia EFE S/A.

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *