Willames Costa

Compromisso com a informação

Mundo

ONU cobra de Obama fechamento da prisão de Guantánamo

A alta-comissária para os Direitos Humanos da ONU, Navi Pillay, cobrou nesta segunda-feira do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, o fechamento da polêmica prisão de Guantánamo –localizada em uma base naval em território cubano.

Segundo Pllay, Obama prometeu fechar o presídio há um ano, mas até o momento a meta não foi cumprida.

Ela lembrou que o presidente americano divulgou seu compromisso com o fechamento em seu discurso anual no Congresso dos EUA em 2011.

“A prisão continua a existir e indivíduos permanecem detidos arbitrariamente e indefinidamente em uma clara violação do direito internacional”, disse Pillay.

Pillay se disse “profundamente decepcionada” com o que classificou de “o fracasso dos Estados Unidos em encerrarem a prisão de Guantánamo”.

“[Estou] incomodada com a incapacidade de encontrar os responsáveis pelas graves violações dos direitos humanos, incluindo tortura, que lá [em Guantánamo] ocorreram”, ressaltou.

Construída em 2002, a prisão de Guantánamo reúne cinco prédios e várias denúncias de violações de direitos humanos.

Há acusações sobre humilhações e tortura de militares com os detentos. Muitos dos presos são muçulmanos que também sofrem restrições à cultura religiosa.

DA AGÊNCIA BRASIL

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *