Willames Costa

Compromisso com a informação

Turismo

Outro lado: “Investimentos no turismo de São Luís crescem”

Procurada pela Folha, a Secretaria Municipal de Turismo de São Luís não quis divulgar a verba destinada aos projetos deste ano.

“Prefiro não comentar sobre valores, mas afirmo que são maiores que os do ano passado e vêm aumentando gradativamente”, diz o secretário municipal de turismo da capital maranhense, Liviomar Macatrão Pires Costa.

Turista enfrenta ‘via-crúcis’ e o abandono na capital do Maranhão

  Carolina Costa/Folhapress  
Uma das casas do centro histórico, em condições precárias de conservação, mantém cercas elétricas a fim de evitar invasores
Uma das casas do centro histórico, em condições precárias, mantém cercas elétricas para evitar invasores

De acordo com Costa, o investimento do governo no que diz respeito ao turismo da região ainda não chega perto de grandes capitais turísticas, como Fortaleza (CE).

Ele ressalta, entretanto, que “as parcerias com entidades privadas, “trade” turístico [conjunto que abrange a indústria do setor] e Ministério do Turismo vêm fazendo a diferença para o crescimento turístico da capital”.

FUTURO

Quanto a projetos de revitalização do centro histórico, o secretário destaca a Aliança pelo Centro Histórico, que “monitora e realiza serviços urbanísticos, culturais, funcionais e sociais” em 24 ruas da região.

Ele explica que a pasta vem trabalhando em uma ação de mobilização dos moradores que habitam o centro e também os comerciantes que trabalham no local.

“Aumentamos a coleta de lixo das vias, temos garis que trabalham especificamente no local, aguardamos a liberação do Iphan [Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional] para fixação de lixeiras estilizadas e, em breve, teremos caminhões próprios para as ruas”, diz.

Outro projeto, o Cores de São Luís, teria como objetivo restaurar a feira da Praia Grande, considerada o segundo ponto mais visitado na capital do Maranhão. “Além disso, temos uma limpeza especial de alta pressão nos monumentos, vias, ruas, praças e escadarias.”

Quanto às comemorações dos 400 anos da cidade, a serem realizadas em 2012, um comitê estratégico organizador já foi montado.

Foram definidas quatro frentes de trabalho: marketing, infraestrutura, eventos culturais e educação, cultura, ciência e tecnologia.

De efetivo, até o momento, só foi realizada uma votação popular para escolher o logotipo da festa, que estampará informativos, medalhas e, também, brindes.

Fonte: Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *