Willames Costa

Compromisso com a informação

Política

PMDB disputa com PT o controle da mineração no país

O crescimento da mineração no país tornou os cargos de superintendente do DNPM (Departamento Nacional de Produção Mineral), do Ministério de Minas e Energia, alvo de cobiça do PT e PMDB, informa reportagem de Andreza Matais, publicada na Folha .

Entre as indicações das siglas está a do fisioterapeuta Jadiel Pires Gonçalves da Silva, que comanda o órgão no Rio. Segundo políticos ouvidos pela Folha, há digitais do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na indicação.

O PMDB emplacou ainda superintendentes de São Paulo, Pará e Rio Grande do Norte. Enquanto isso, o PT disputa as superintendências de Minas, Bahia, Paraíba e Ceará.

O DNPM é responsável por recolher o imposto proveniente da mineração, que teve um crescimento de mais de 100% entre 2004 e 2010 devido ao aumento da extração de minério de ferro, areia e brita, entre outros.

OUTRO LADO

O Ministério de Minas e Energia informou que todas as nomeações foram técnicas, que Jadiel Pires é graduado em Direito e que a idoneidade do servidor “foi devidamente levantada”.

Jadiel afirmou que é funcionário público do Ministério da Saúde, mas que fez cursos de gestão na FGV. Ele não quis dizer por quem foi indicado, mas negou que tenha sido por Eduardo Cunha.

  Editoria de Arte/Folhapress  

Com a Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *