Willames Costa

Compromisso com a informação

Brasil

PMs são presos sob suspeita de matar motorista em blitz no Rio

Dois policiais militares lotados no 21º Batalhão de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, foram presos na noite de ontem sob suspeita de matar um homem e ocultar seu corpo. Segundo a Polícia Civil, o crime teria ocorrido na noite de terça-feira (6) durante uma blitz em São João do Meriti.

Investigadores contam que os PMs pararam um veículo onde havia três pessoas e, durante a revista, teriam atirado contra o motorista. Assustado, um dos passageiros fugiu e o outro foi levado pelos dois policiais para uma cabine da polícia, onde ficou por cerca de uma hora e depois foi liberado.

O rapaz que fugiu foi localizado pelos investigadores e contou como foi a ação dos PMs. Os nomes dos policiais e das vítimas não foram divulgados.

O caso está sendo investigado pela 64ª DP (São João de Meriti). A polícia quer saber o que teria motivado a ação dos policiais.

De acordo com a Polícia Civil, a testemunha disse que o motorista foi conduzido ainda vivo, no próprio carro, por um dos policiais. Após registrar o desaparecimento da vítima na delegacia, a família do rapaz recebeu a notícia de que o corpo dele havia sido encontrado na tarde de ontem, carbonizado, em Belford Roxo, também na Baixada Fluminense.

A PM informou que os dois policiais suspeitos estão presos administrativamente por 72 horas. Eles foram levados para a delegacia para serem reconhecidos. Se for confirmado o envolvimento deles no crime, terão a prisão pedida à Justiça.

A Corregedoria da PM também informou que vai abrir processo administrativo nesta quinta-feira contra os policiais. Os PMs presos informaram, através da assessoria da PM, que vão apresentar suas defesas somente à Justiça.

Com a Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *