Willames Costa

Compromisso com a informação

Mundo

Portugal consegue € 1,5 bi em títulos com taxas mais baixas

Portugal emitiu nesta quarta-feira € 1,5 bilhão em títulos da dívida de curto prazo, com taxas de juros em baixa, apesar dos temores crescentes de que o país tenha que pedir um segundo resgate financeiro internacional.

A agência de dívida colocou € 750 milhões em contratos de três meses com um rendimento de 4,068%, menores que os 4,346% da última emissão em 18 de janeiro, e € 750 milhões com prazo de seis meses, com juros de 4,463%, ante 4,740% do leilão anterior.

No entanto, a demanda pelos papéis foi menor, superando a oferta em 2,8 vezes para os títulos de três meses e 2,6 vezes para os títulos de seis meses, segundo o Instituto de Gestão do Crédito Público. Em janeiro, a demanda foi respectivamente 4,1 e 3 vezes maior.

DÍVIDA

A dívida portuguesa está sob tensão no mercado secundário, onde se negociam os títulos já emitidos. Os investidores temem que o país não consiga financiamentos próprios a taxas razoáveis a partir de 2013, como prevê o plano de resgate acordado com a UE e o Fundo Monetário Internacional (FMI).

As taxas de juros exigidas pelos investidores para comprar dívida portuguesa alcançaram níveis recordes nos últimos dias. Contudo, após a reunião europeia de segunda-feira e com o mercado à espera de um acordo sobre uma redução parcial da dívida grega, a pressão foi reduzida, ainda que parcialmente.

DA FRANCE PRESSE, EM LISBOA

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *