Willames Costa

Compromisso com a informação

Destaque Tocantins

Professor universitário é morto após discussão no Tocantins

Um professor universitário da UFT (Universidade Federal do Tocantins) foi morto na madrugada de quinta-feira (5), após uma discussão em que foi chamado de homossexual.

Segundo a Polícia Militar, testemunhas relataram que a vítima, Cleides Antonio Amorim, 42, estava em um bar em Tocantinópolis quando um outro homem chegou ao local bêbado.

O motorista Gilberto Afonso de Sousa, de aproximadamente 40 anos, se dirigiu à mesa em que estavam Amorim e seus amigos e disse que ali “só tinha viado”.

Depois disso, houve uma discussão, e Sousa disse que iria pegar a chave de sua moto para ir embora. Em vez de fazer isso, pegou uma faca e acertou a região abaixo do peito esquerdo da vítima.

O professor foi levado para o hospital, mas já chegou morto.

O suspeito fugiu do local e ainda não foi localizado.

A UFT lamentou a morte do professor e decretou luto oficial por três dias. Amorim era coordenador do curso de Ciências Sociais do campus de Tocantinópolis.

Com a Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *