Willames Costa

Compromisso com a informação

Esporte

Santos B joga para se mostrar viável

SPFW 2012O Santos vai usar reservas para enfrentar a Portuguesa hoje, às 16h, no Canindé.

Preocupado com o duelo com o Internacional na quarta-feira pela Libertadores, o técnico Muricy Ramalho resolveu dar algum descanso a seus principais jogadores.

“Eles atuaram por cinco vezes seguidas. Está na hora de parar, como fizemos contra o Mogi Mirim”, explicou. “Temos de olhar com carinho a parte muscular, então vamos deixar alguns fora.”

O lateral direito Fucile, recém-chegado ao país, reclamou do excesso de partidas a que os jogadores são submetidos no Brasil.

“Tem muito jogo, quarta, domingo, Paulista e Libertadores. Isso desgasta o jogador. Não dá para jogar sempre, o corpo não aguenta.”

Joel Silva – 04.mar.12/Folhapress
Muricy Ramalho após partida na Vila Belmiro
Muricy Ramalho após partida na Vila Belmiro

O jogador uruguaio, suspenso, é um dos desfalques certos para o jogo desta tarde, assim como o zagueiro Durval e o volante Ibson.

Já classificado para a próxima fase do Estadual, o Santos vai deixar com seu time B a responsabilidade de ficar entre os primeiros e garantir vantagem no mata-mata.

Mas o retrospecto dos reservas não ajuda. Nas cinco vezes em que Muricy optou por escalar uma equipe alternativa, o Santos conseguiu duas vitórias, dois empates e foi derrotado uma vez.

É justamente essa derrota que deixa o treinador apreensivo. Na última vez que ele mandou a campo seus reservas, o time foi dominado e perdeu para o Mogi Mirim por 3 a 1 fora de casa.

“Contra a Portuguesa, será difícil porque esse time alternativo não tem entrosamento e sofre para manter o ritmo”, comentou o treinador. “Mas temos de abrir mão de algo para enfrentarmos o Internacional inteiros.”

Até Neymar, um fominha reconhecido e que não gosta de ser poupado, deverá ficar fora. E isso mesmo após declarar, na sexta-feira, que queria atuar e que estava à disposição do treinador.

Quem mais ganha com a estratégia adotada por Muricy é Elano. O meia, que perdeu espaço durante o Mundial de Clubes, em dezembro do ano passado, ganha nova oportunidade para mostrar que pode ser útil, ainda que seja entre os reservas.

Fonte: Da Folha.com

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *