Willames Costa

Compromisso com a informação

Mundo

Sarkozy recebe Lula em encontro privado em Paris

O presidente francês Nicolas Sarkozy recebeu nesta segunda-feira no Palácio do Eliseu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, às vésperas da premiação acadêmica que o ex-chefe de Estado brasileiro receberá no Instituto de Ciências Políticas de Paris.

O ex-presidente do Brasil, de 65 anos, que deixou o cargo em janeiro e entregou a faixa para a sucessora Dilma Rousseff, foi recebido às 11h (6h de Brasília) pelo presidente francês quase com honras de um chefe de Estado em exercício.

O encontro de caráter privado, segundo o conselheiro diplomático do presidente Sarkozy, Jean David Levitte, durou mais de 45 minutos, mas o teor da reunião não foi divulgado.

Ao fim do encontro, Lula deixou o Palácio do Eliseu sem fazer declarações.

Lula, que quando deixou o poder tinha um índice de popularidade superior a 80% após dois mandatos consecutivos, desembarcou no domingo em Paris, onde na terça-feira (27) receberá o título de doutor Honoris Causa do Instituto de Ciências Políticas.

O ex-presidente do Brasil será a primeira personalidade latino-americana a receber o título desde a fundação do instituto, em 1871.

A cerimônia na sede universitária acontecerá na terça-feira às 17h locais (12h de Brasília) na presença de convidados especiais e professores do instituto, que a cada ano conta com mais de 130 estudantes brasileiros.

Ian Langsdon/Efe
O presidente francês Nicolas Sarkozy recebe o ex-chefe de Estado brasileiro Lula, em Paris, no Palácio do Eliseu
O presidente francês Nicolas Sarkozy recebe o ex-chefe de Estado brasileiro Lula, em Paris, no Palácio do Eliseu

SOCIALISTAS

Na quarta-feira (28), o ex-presidente se reunirá com o primeiro secretário do opositor Partido Socialista (PS), Harlem Désir.

O encontro acontecerá no momento em que os socialistas franceses celebram a conquista da maioria absoluta no Senado, um resultado que representa um forte apoio para as eleições presidenciais.

De Paris, Lula viajará a Gdansk (Polônia), onde receberá o Prêmio Lech Walesa em reconhecimento por seu apoio à liberdade, democracia e cooperação internacional. Depois se reunirá com o ex-presidente polonês e Nobel da Paz, que dá nome ao prêmio.

No dia seguinte viajará a Londres, onde oferecerá duas conferências, uma sobre o “Crescimento econômico e o desenvolvimento social no Brasil” e outra, sexta-feira, com o título “Encontro sobre mercados de alto crescimento”, promovida pela revista “The Economist”.

DA FRANCE PRESSE, EM PARIS

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *