Willames Costa

Compromisso com a informação

Pernambuco Saúde

Saúde recebe reforço de mais de 2 mil profissionais no carnaval de PE

Secretaria Estadual de Saúde anunciou ações para a folia nesta terça (14).
Hospitais próximos aos polos oficiais do governo vão receber equipes extras.

Secretário de Saúde Pernambuco, Antônio Carlos Figueira, divulgou esquema especial (Foto: Katherine Coutinho/G1)
Secretário de Saúde, Antônio Carlos Figueira,
divulgou esquema (Foto: Katherine Coutinho/G1)

O carnaval em Pernambuco vai contar com o reforço de 2.871 profissionais de saúde nos plantões de 17 hospitais da rede estadual. O anúncio foi feito em coletiva de imprensa nesta terça-feira (14), na sede da Secretaria Estadual de Saúde, no bairro do Bongi, no Recife. Serão investidos também aproximadamente R$ 2,5 milhões em ações de assistência, vigilância e prevenção durante os dias de folia.

Os hospitais que vão receber as equipes extras são próximos aos polos oficiais do governo do estado. “O reforço maior será na Região Metropolitana, mas como temos carnaval em todo o estado, estamos também ampliando o atendimento dos hospitais do interior”, explica a secretária executiva de Saúde, Tereza Campos. Além do reforço nos hospitais, cerca de R$ 80 mil vão ser distribuídos entre as cidades do Recife, Olinda e Itamaracá.

Panfletos vão informar sobre localização dos hospitais (Foto: Katherine Coutinho/G1)
Panfletos vão informar sobre localização dos
hospitais (Foto: Katherine Coutinho/G1)

O hospital que receberá o maior reforço é o Otávio de Freitas, com 241 plantonistas, sendo 24 médicos. O Hemope vai contar com 179 plantonistas, o Barão de Lucena com 158, sendo 22 médicos, e a Restauração com 144, sendo 44 médicos. “Não esperamos que aconteça uma tragédia, mas devemos estar preparados. Vamos distribuir panfletos com a lista de endereços e das especialidades das unidades da rede, além dos serviços municipais”, avisa Tereza.

Vão ser distribuidas também cerca de 3 milhões de camisinhas em todo o estado. Para o desfile do Galo da Madrugada será feito um esquema especial com a distribuição de 200 mil preservativos. “Não é só distribuir, temos também uma campanha de orientação. Já passamos pelas escolas estaduais orientando os jovens”, conta Tereza.

A vigilância epidemiológica também vai estar de plantão para evitar que doenças como a dengue se proliferem durante a folia. Para evitar epidemias, uma nova tecnologia vai ser testada durante o carnaval, em especial durante o Galo da Madrugada, evento que serve como teste para a Copa do Mundo de 2014. Um gerenciador de riscos vai facilitar a comunicação entre os diversos pontos de atendimento à saúde. “Vamos estar com as informações sendo passadas de maneira muito mais ágil, através do celular. Se tiver um episódio de contaminação alimentar ou então cair uma marquise, vamos saber em tempo hábil para distribuir entre os hospitais se for necessário”, detalha Tereza.

O acesso às informações sobre assistência à saúde para a população, como o hospital mais perto e onde conseguir atendimento específico, é através do telefone da ouvidoria, o 0800-286-2828. “Além de ter informações, a população pode também fazer denúncias e reclamações”, explica o secretário de Saúde do estado Antônio Carlos Figueira. O atendimento é 24 horas.

Lei Seca
Para coibir a mistura álcool e direção, a Operação Lei Seca vai contar com 44 pontos de fiscalização, localizados nas principais vias de acesso à folia na Região Metropolitana e também nas cidades de Bezerros e Itamaracá. “Queremos sempre lembrar ao folião que ele tem que se manter hidratado, ter uma alimentação e, principalmente, se beber, não dirigir. A fiscalização estará sempre em pontos estratégicos”, afirma o secretário Figueira. As seis novas unidades móveis da Lei Seca, vans informatizadas que dão apoio às equipes, também vão estar nas ruas.

Proteção à mulher
As mulheres que forem vítimas de agressões morais, físicas ou sexuais durante o carnaval vão contar com apoio médico, jurídico e psicológico em qualquer horário da folia. O Serviço de Apoio à Mulher Wilma Lessa, do Hospital Agamenon Magalhães, funcionará durante 24 horas todos os dias. O telefone do serviço é o (81) 3184-1739.

Do G1 PE

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *