Willames Costa

Compromisso com a informação

Destaque Regional

Secretaria de Saúde inicia vacinação anti-rábica em Petrolina

A Prefeitura Municipal de Petrolina, por meio da Secretaria de Saúde, iniciou no último sábado (26) a vacinação anti-rábica para cães e gatos do município. Com a meta de imunizar 30 mil animais, o trabalho está sendo realizado de porta em porta como forma de garantir que todos sejam beneficiados. A ação começou pelo bairro João de Deus e se estenderá por todo o município, sede e interior até o próximo dia 26 de dezembro.

Como forma de prevenir doenças como a raiva, a vacina elaborada oferece qualidade e busca coibir casos já registrados da doença no Brasil, por isso, Petrolina busca se manter afastada das infestações. Contando com 13 equipes, todas se apresentam uniformizados como forma de identificar os servidores da Prefeitura Municipal. Segundo a Diretora de Vigilância e Saúde, Kátia Coutinho, a nova vacina formulada pelo Ministério da Saúde garante que todos os animais sejam imunizados com qualidade, preservando sua saúde. “O Ministério aprovou essa nova vacina garantindo que todos os animais continuem saudáveis. Visando esse objetivo, a Prefeitura que pretende imunizar 30 mil animais decidiu por trabalhar de casa em casa facilitando o acesso e aumentando o número de atendidos”, explicou.

Uma programação semanal será divulgada contendo os bairros e comunidades do interior que receberão as equipes. O trabalho que começou pelo João de Deus continuou ontem (28) pelos bairros Quati e Jardim São Paulo. Com a ação realizada de segunda a sábado, o cronograma desta semana atenderá hoje (29) o Cosme Damião e Ipsep. Dias 30 de novembro e 01 de dezembro, bairro São Gonçalo. No dia 02 de dezembro, o Jardim Petrópolis, Guanabara e Guararapes e no próximo sábado (03), a vacinação acontecerá na área rural, nas comunidades de Serrote do Urubu, Tapera, Caatinguinha e os núcleos do Projeto Irrigado Senador Nilo Coelho N3 ao N12.

Aos sábados, o trabalho receberá o apoio dos estudantes da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) que integrarão as equipes da Secretaria de Saúde e completarão 23 equipes. Na área rural, os vacinadores, diferente da sede da cidade, ficarão em pontos fixos. Para as pessoas com mais de 10 animais que não possam se deslocar, estes podem solicitar ao vacinador que aplique as vacinas em suas casas.

A estudante Milena Alves que já vacinou seu animal explicou a importância da imunização. “Vacino meu cachorro todos os anos, inclusive, já é pedido da minha mãe que reforça sempre a necessidade de cuidar bem do animal”, explicou.

Texto: Juciana Cavalcante
Foto: Marcizo Ventura

Com Ascom/PMP

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *