Willames Costa

Compromisso com a informação

Mundo

Site tem de indenizar professora ‘acusada’ de doenças venéreas

A professora e chefe de torcida Sarah Jones (Foto: Reprodução)

A professora e chefe de torcida Sarah

Jones (Foto: Reprodução)

Um site americano de fofocas teve de pagar US$ 11 milhões de indenização após acusar uma professora e chefe de torcida do Kentucky de ter tido doença venéreas duas vezes.

Sarah Jones, professora de escola secundária e, nas horas vagas, chefe de torcida dos Cincinnati Bengals, teve uma foto sua, com as acusações, publicadas no site “Thedirty.com”.

O juiz distrital William O. Bertelsman condenou a empresa Dirty World Entertainment Recordings, responsável pelo site, porque ela não respondeu à convocação judicial.

A notícia em discussão foi publicada em 7 de dezembro de 2009 e identificava a professora apenas pelo primeiro nome e pelas iniciais. Na nota, dizia-se que Sarah acusava um ex-namorado de ter transado com mais de 50 mulheres e transmitido clamídea e gonorreia a ela.

A matéria teve mais de 90 comentários, alguns deles ofensivos.

Eric Deters, advogado da professora, disse que houve um pedido para que a notícia fosse retirada. Como isso não ocorreu, eles insistiram no processo.

Fonte: Do G1, em São Paulo

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *