Willames Costa

Compromisso com a informação

Brasil

Sobem para 10 as mortes supostamente causadas por remédio em MG

Uma mulher de 72 anos foi apontada nesta quinta-feira como a 10ª vítima de suposta intoxicação provocada por um remédio manipulado em Teófilo Otoni (446 km de Belo Horizonte).

Ela morava na zona rural da cidade e morreu no dia 22 de novembro, segundo a Secretaria Estadual de Saúde de Minas.

A secretaria não soube informar se ela procurou ajuda médica e como foi identificada a suspeita.

Outras nove pessoas de quatro cidades da região morreram após ingerir cápsulas de Secnidazol 500 mg produzidas pela Fórmula Pharma. O medicamento combate parasitas.

Uma das suspeitas é de que a fórmula tinha altas doses de anti-hipertensivo –em torno de 40 vezes maiores ao que uma pessoa poderia ingerir de uma vez.

Ontem, prestaram depoimento à polícia o dono do estabelecimento, Ricardo Portilho, a farmacêutica Anne Pinheiro e o gerente Lucas Rodrigues.

A delegada responsável pelo caso, Herta Coimbra, disse que não vai divulgar o que eles falaram.

Procurada na manhã desta quarta, a advogada da Fórmula Pharma, Cleide Francisco de Carvalho, disse que só se manifestará sobre o caso na tarde de hoje.

Com a Folha.com

1 COMMENTS

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *