Willames Costa

Compromisso com a informação

Mundo

Socialista afirma que vai dar direito de voto a estrangeiros na França

O candidato socialista à presidência da FrançaFrançois Hollande, declarou nesta terça-feira (24) em Laon (norte do país) que o direito de voto dos estrangeiros nas eleições locais será aprovado durante seu mandato de cinco anos, caso seja eleito.

“Tudo o que disse em meu projeto e em minhas 60 promessas será feito nos cinco anos de mandato”, declarou Hollande, em uma resposta a jornalistas que pediam sua opinião sobre as declarações de Ségolène Royal (candidata socialista em 2007) de que este ponto do programa “nunca foi uma prioridade”.

“Ela disse que não era uma prioridade no sentido imediato, e não é a primeira medida que vamos tomar, mas eu não faço distinções com nenhuma medida”, explicou Hollande.

“Apresentei um calendário do que farei no começo – a exemplaridade do Estado, mais poder aquisitivo às famílias, reformas que devemos fazer de maneira imediata para sanear nossas contas públicas, nossas indústrias. E depois revisar nossas instituições o que acontecerá em seu devido tempo”.

O presidenciável francês François Hollande dá entrevista nesta terça-feira (24) em Laon (Foto: Reuters)O presidenciável francês François Hollande dá entrevista nesta terça-feira (24) em Laon (Foto: Reuters)

Atualmente, apenas os estrangeiros de países da União Europeia (UE) têm direito a voto nas eleições municipais francesas. A proposta de Hollande, incluída em seu programa, ampliaria o direito a todos os que não procedem da União Europeia.

A revisão das instituições, incluindo o direito de voto nas eleições municipais dos estrangeiros extracomunitários residentes na França há cinco anos, está prevista entre agosto de 2012 e junho de 2013, segundo a “agenda da mudança” proposta por François Hollande.

arte - frança - CERTA candidatos segundo turno (Foto: Arte/G1)

Da AFP

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *