Willames Costa

Compromisso com a informação

Esporte

SP, MG e DF apostam em ídolos e clima de festa para abrir Copa

“Ronaldo é melhor que Pelé.” Era o coro de um grupo de crianças que participou, ontem, em São Paulo, da ativação do relógio que faz a contagem regressiva de mil dias para o início da Copa-14.

O coro deu o tom da disputa entre a capital paulista, Belo Horizonte e Brasília, que pleiteiam a abertura do Mundial. O trio foi justamente o que mais imprimiu perfil festivo às cerimônias para o início da contagem regressiva.

  Juca Varella – 16.set.2011/Folhapress  
Ronaldo na saída da estação de Itaquera
Ronaldo na saída da estação de Itaquera

Ronaldo tomou parte em São Paulo, a presidente Dilma Rousseff e Pelé participaram de evento oficial em Minas, e Brasília fez show com Cláudia Leitte, Daniela Mercury e a banda Restart.

Ronaldo protagonizou, na manhã de ontem, uma série de atividades ligadas à Copa. Primeiro, fez, de trem, percurso entre as estações Luz e Itaquera, em 19 minutos. “Sem as paradas, na Copa o percurso vai ser cumprido em 16, 17 minutos”, calculou o governador Geraldo Alckmin.

Depois, o ex-jogador visitou obras de uma Fatec (Faculdade de Tecnologia) no entorno do estádio corintiano, para reforçar a imagem da arena como polo de desenvolvimento, até a cerimônia para a ativação do relógio.

Lá, participou de cobrança de pênalti com o ex-goleiro Leão, um dos campeões mundiais homenageados.

O secretário da Copa em Minas, Sergio Barroso, pensa que Pelé não será só garoto- -propaganda, mas um grande articulador do Mundial. Entre as funções do ídolo, crê o secretário, está a de manobrar nos bastidores para que o Mineirão receba a abertura.

“Pelé é mineiro. A imagem dele é muito importante. Ele vem [foi ontem] com a Dilma, não foi para São Paulo.”

Sobre a concorrência do Itaquerão, o secretário considera que a Fifa “não pode trabalhar com o imponderável”. Barroso não acredita que a entidade tenha a certeza de que o estádio do Corinthians ficará pronto para a Copa.

Ontem, no Mineirão, um operário chegou a pedir a Pelé para que fizesse esforço para levar a abertura da Copa ao estádio. Ele prometeu fazer algo, mas uma pessoa da comitiva da presidente logo interveio e disse que quem decidirá é a Fifa.

Além dos shows gratuitos, foi erguido um imenso painel no Mané Garrincha, pintado por artistas do grafite com motivos alusivos ao Mundial.

DO PAINEL FC

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *