Willames Costa

Compromisso com a informação

Esporte Pernambuco

Sport goleia Serra Talhada por 5×0 na Ilha


Marcelinho Paraíba voltou a ser destaque com o Sport. Foto: Guga Matos/JC Imagem

Em um jogo que se desenhou complicado no início, o Sport goleou o Serra Talhada por 5×0 na Ilha do Retiro na noite deste sábado pela 20º rodada do Pernambucano Coca-Cola. Marcelinho duas vezes, Jael, Ruan e Jheimy marcaram para o Leão que aplicou a segunda maior goleada do torneio – a primeira foi do Santa Cruz sobre o Petrolina, 6×0 no Arruda. Com o resultado positivo, o Sport permanece na liderança do estadual com 44 pontos. O Serra continua em nono com 21 podendo ainda ser ultrapassado pelo Belo Jardim que tem 20 e joga contra o Salgueiro neste domingo no Cornélio de Barros, em Salgueiro.

Apesar do placar elástico, o Rubro-negro apresentou deficiências nas laterais com Thiaguinho e Marquinhos Gabriel e na saída de bola. O lado positivo continuou sendo o meia Marcelinho Paraíba. O poder de finalização também merece destaque. Dos cinco gols, três surgiram dos pés de atacantes.

Na próxima rodada o Sport visita o Porto no Luiz Lacerda, em Caruaru, enquanto o Serra Talhada encara o Náutico nos Aflitos.

Leia também:
> Mazola espera que o Sport renda mais para ser campeão
> Atacantes do Sport se emocionam em gols

O JOGO: Ao contrário do que se esperava, o Serra Talhada foi a primeira equipe a assustar na partida. Logo aos cinco minutos, Josias arriscou de longe e acertou o travessão. Melhor postado no início do primeiro tempo, o Cangaceiro era quem tomava a iniciativa principalmente com jogadas pelas laterais.

No entanto, apesar do domínio inicial, o Serra cometeu um erro grave diante deste time do Sport, fez falta na entrada da área. Na cobrança, Marcelinho Paraíba não desperdiçou a chance e mandou para o fundo das redes abrindo o placar na Ilha do Retiro aos nove.

O gol, que deveria trazer mais tranquilidade para o Sport, surtiu efeito contrário. O Serra Talhada era a equipe mais consciente em campo. O Leão, armado no 3-5-2, apresentava pouca lateralidade com os alas e se limitava a contra-atacar o adversário pelo meio. A saída de bola também apresentava deficiência com os zagueiros arriscando muitos chutões.

Em busca do empate, o Serra seguiu pressionando o Sport. Aos 16, após escanteio cobrado, Júnior Negrão quase iguala o placar em chute de fora da área. A bola outra vez foi no travessão de Magrão que apenas ficou olhando e torcendo para não sofrer o gol.

A partir dos 30, o Sport começou a se reorganizar na partida e a ousar um pouco mais no jogo. Com mais calma, o Rubro-negro passou a criar jogadas no meio de campo principalmente com Marcelinho Paraíba, que outras vez era o maestro da equipe. Em uma das jogadas do meia, Jael quase ampliou o placar em favor do Leão. O avançado recebeu passe na grande área, limpou o lance e chutou forte para boa defesa de Carlos.

Com a melhora do Sport, o jogo ficou lá e cá. Pouco tempo depois da chance do Sport, o Serra quase empata com Joãozinho. O jogador entrou cara a cara com Magrão e chutou firme para defesa do goleiro Carlos. No rebote, Bruno Aguiar salvou os donos da casa.

Com chances perdidas para ambos os lados, o placar de 1×0 a favor do Sport não foi alterado. O Leão desceu para os vestiários com a vantagem.

SEGUNDO TEMPO: No início da etapa complementar, o panorama do primeiro tempo não foi alterado. O Serra seguia assustando, enquanto o Sport continuava fraco pelos lados e na saída de bola. O lateral-esquerdo Marquinhos Gabriel fazia uma partida bastante discreta. Na direita Thiaguinho até aparecia, mas também era tímido.

No entanto, ao contrário do primeiro tempo quando desperdiçou as chances criadas, o Rubro-negro conseguiu chegar aos gols. E outra vez ele veio dos pés de Marcelinho Paraíba. Aos 16, o meia fez jogada individual na grande e chutou colocado no canto esquerdo do goleiro Carlos que nada pode fazer.

O gol sofrido fez o Serra Talhada diminuir o ritmo. A equipe sertaneja sentiu o baque e recuou excessivamente. A atitude não foi perdoada pelo Sport. Aos 20, Jael cobrou falta com perfeição e marcou o terceiro do Leão para festa nas arquibancadas.

O clima de goleada que já desenhava foi consolidado aos 31 com o jovem Ruan. O atacante dominou bola na grande área e chutou forte marcando o seu primeiro gol como profissional. Ruan se emocionou bastante com o gol e caiu no gramado chorando.

A festa rubro-negra, que já era grande, ficou ainda maior aos 36. Jheimy recebeu passe na esquerda e partiu para cima. O avançado entrou na área e mandou para o fundo das redes sertanejas. Não perca a conta torcedor, 5 a 0 para o Sport.

Com tantos gols sofridos, o Serra nada mais pode fazer do que aguardar o fim da partida. O Sport também preferiu se poupar e não agrediu mais o Cangaceiro. Restou apenas esperar o apito final de Gilberto Castro Júnior.

FICHA DA PARTIDA: SPORT 5X0 SERRA TALHADA

Sport: Magrão; Bruno Aguiar, Edcarlos e Aílson; Thiaguinho (Ruan), Rivaldo, Naldinho, Marcelinho Paraíba e Marquinhos Gabriel; Jael (Diogo) e Willians (Jheimy). Técnico: Mazola.

Serra Talhada: Carlos; Jaildo (Felipe), Alex Costa e Stanley; Joãozinho (Caio), Élton, Júnior Negrão, Kássio, Josias e Janeílton; Jessuí (Marcondes). Técnico: Bagé.

Campeonato: Pernambucano Coca-Cola. Local: Ilha do Retiro. Árbitro: Gilberto Castro Júnior. Assistentes: Roberto José e Marcelino Castro. Gols: Marcelinho Paraíba para o Sport aos 9 do primeiro tempo e aos 16 do segundo; Jael aos 20 do segundo; Ruan aos 31 do segundo e Jheimy aos 36 do segundo. Amarelos: Willians, Marcelinho Paraíba, Thiaguinho e Jael para o Sport; Janeílton, Stanley e Felipe para o Serra Talhada. Público: 15.733. Renda: R$ 97.185.

Fonte: Do Blog do Torcedor do NE10

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *