Willames Costa

Compromisso com a informação

Mundo

Vitória na Carolina do Sul deve firmar candidatura de Romney

A possível vitória de Mitt Romney, ex-governador de Massachusetts, nas eleições primárias da Carolina do Sul deve consolidar sua indicação para disputar as eleições presidenciais de novembro com o rival democrata Barack Obama, atual presidente dos EUA.

Esta era a avaliação mais consensual tanto na mídia internacional quanto americana, logo após a divulgação dos resultados das primárias em New Hampshire, que mais uma vez confirmaram a preferência por Romney entre os republicanos.

Com o respaldo das vitórias em Iowa e New Hampshire, se o ex-governador ganhar os eleitores da Carolina do Sul, sua indicação será praticamente “irresistível”, apontava o jornal americano “Washington Post”.

O diário, no entanto, não deixa de apontar as dificuldades de Romney nesse Estado, conhecido pela importância do voto conservador e evangélico, provavelmente “a última oportunidade para o ex-presidente da Câmara Newt Gingrich e o governador do Texas, Rick Perry reviverem suas campanhas”.

Apesar do peso do voto religioso, o ex-governador de Massachusetts afirmou nesta quarta-feira que vai enfatizar questões econômicas, principalmente na geração de empregos, em seu discurso no Estado.

“Eles estão escolhendo um comandante-em-chefe. Eles não estão preocupados em eleger um pastor-em-chefe. Não é para isso que eu estou concorrendo”, disse Romney ao canal MSNBC.

CAROLINA DO SUL

Carolina do Sul e Flórida são os próximos Estados americanos a fazerem as prévias. Nos dois locais, Romney lidera as pesquisas, embora tenha menos vantagem que a conquistada nas sondagens em New Hampshire –no dia anterior à primária, o ex-governador acumulava 20 pontos de vantagem sobre o segundo colocado.

Em seu discurso na noite de ontem, Romney iniciou a campanha para conquistar os eleitores de Carolina do Sul. “Pedimos às boas pessoas de Carolina do Sul que se unam aos cidadãos de New Hampshire e façam que 2012 seja o ano em que ele [Obama] fique sem tempo”.

A vitória decisiva nas primárias de terça-feira seguiu a vitória de Romney na semana passada em Iowa, dando-lhe impulso poderoso à frente em Carolina do Sul, em 21 de janeiro. Uma vitória nesse Estado e na Flórida, dez dias mais tarde, fortaleceria muito Romney.

Por causa de seu apelo aos eleitores independentes, o ex-governador de Massachusetts poderia ser rival em potencial mais forte contra Obama, cuja popularidade tem caído por conta da lenta recuperação dos Estados Unidos da recessão de 2009. Sondagens mostraram que a economia era o maior problema em New Hampshire, como tem sido todo o país.

Embora as duas vitórias seguidas impulsionem a candidatura de Romney, outros 48 Estados americanos ainda têm que escolher qual candidato republicano preferem.

Segundo pesquisa recente da CBS, nacionalmente Romney lidera (19%), seguido por Gingrich (15%) e Santorum (14%). Como a margem de erro é de três pontos percentuais, o resultado denota empate.

Brian Snyder/Reuters
A vitória do ex-governador Mitt Romney na Carolina do Sul deve consolidar sua indicação pelo partido Republicano
A vitória do ex-governador Mitt Romney na Carolina do Sul deve consolidar sua indicação pelo partido Republicano

DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *